01/11/2018

Usiminas e FSFX chamam atenção para prevenção ao câncer de próstata

Novembro é o mês dedicado às ações relacionadas à saúde do homem e os profissionais da Fundação São Francisco Xavier chamam atenção da população para conscientizar sobre a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do tratamento do câncer de próstata. O mês ganha destaque especial da cor azul em alusão ao movimento “Novembro Azul”. O objetivo da ação é mobilizar homens com idade a partir dos 45 anos a vencer o preconceito e procurar um médico urologista para uma avaliação.

A campanha tem o intuito de chamar atenção não só dos homens, mas também das mulheres, que podem auxiliar no alerta a namorados, maridos, pais, filhos e irmãos. “É preciso criar a consciência de que diagnosticar o problema o quanto antes é fundamental para a cura. Muitos pacientes convivem anos com a doença sem apresentar sintomas. O toque retal é indispensável para detecção da doença. É a partir dele que o urologista consegue analisar se a próstata apresenta alguma irregularidade. O cuidado com a saúde é um tabu para os homens, logo é importante realizar os exames necessários conforme cada caso. O paciente deve procurar uma unidade básica de saúde ou um clinico de referência para uma avaliação, que vai fazer o pedido do exame de sangue e o toque retal. Caso seja necessário, o paciente é encaminhado para um especialista, o urologista, para dar prosseguimento à investigação da doença”, explica o médico urologista do Hospital Márcio Cunha, Renato Cunha.

A detecção precoce do câncer de próstata é fundamental para o tratamento, visto que, nessa fase, 90% dos casos são curáveis. Realizar o exame regularmente por meio do toque retal e do Antígeno Prostático-Específico (PSA) aumenta a chance de vida do homem que se cuida e, principalmente, com a família. Por isso, são fundamentais a prevenção e a atenção sobre os fatores de risco para o câncer de próstata, como histórico familiar e idade, uma vez que, tanto a incidência como a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata é o tumor mais frequente no sexo masculino e o sexto tipo mais comum no mundo. Um a cada seis homens é portador da doença e o índice de morte atinge um a cada 36 homens. Por ano, a estimativa do Inca é o diagnóstico de 69 mil novos casos.

Na Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha, em 2017, foram detectados 227 novos casos de câncer de próstata. “Desse total, 102 pacientes foram diagnosticados com a doença ainda no estádio I que é a fase inicial e já no estádio IV que é quando a doença está avançada 23 novos casos foram descobertos. No primeiro semestre de 2018 já foram detectados 117 casos de câncer de próstata, 54 foram diagnosticados ainda no estádio I e no estádio IV foram descobertos 11 novos casos”, explica o coordenador técnico da Unidade e médico oncologista, Luciano Viana.

Câncer de próstata

A próstata é uma glândula localizada próxima à bexiga, responsável por produzir um líquido que nutre os espermatozoides produzidos nos testículos. O resultado final é o sêmen. Com o avanço da idade e com o aparecimento de alguma doença no órgão, como câncer, seu tamanho pode aumentar, comprometendo tais funções do organismo. Na fase inicial o câncer de próstata não apresenta nenhum sintoma. Entretanto, quando em estágio avançado, manifesta-se através da dificuldade para urinar, de sangramento urinário, além de dores intensas.

Quando em estágio avançado, o câncer de próstata apresenta alguns sintomas como aumento da frequência da vontade de urinar (de dia e também à noite), sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, fluxo urinário fraco ou interrompido, sangue na urina ou no líquido seminal, disfunção erétil, dor nos ossos do quadril, nas costelas, na coluna, nos ombros ou em outros ossos e fraqueza ou dormência nas pernas ou pés.

Sobre o Novembro Azul – Originalmente, a campanha surgiu na Austrália, em 1999. Um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês de novembro como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. E também em comemoração ao 17/11, Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

Trazido para o Brasil pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, o Novembro Azul ainda está crescendo e, assim como no Outubro Rosa, há a bela iluminação de pontos turísticos. Diversas celebridades e instituições apoiam a campanha e muitos eventos são criados para espalhar informação e arrecadar dinheiro para a causa. Com toda essa iniciativa, hoje a Campanha Novembro Azul faz parte do calendário nacional de prevenções.

seta notícia anterior seta voltar PRÓXIMA NOTÍCIA seta