Acesso rápido

McDia Feliz premia Hospital Márcio Cunha

Em 2018, a Fundação São Francisco Xavier (FSFX) e o Hospital Márcio Cunha (HMC) participaram, pela primeira vez, como parceiros da rede de restaurantes McDonald's na ação McDia Feliz em prol da Oncologia Pediátrica e foram agraciados com um prêmio pelo engajamento nas vendas dos tickets de Big Mac. A campanha, que acontece anualmente, por meio das vendas do Big Mac, contribui para o combate do câncer infantojuvenil, que hoje é a maior causa de morte de crianças e adolescentes no Brasil. 

A Unidade de Oncologia Pediátrica do HMC concorreu em duas modalidades referentes ao engajamento, nas categorias ‘Amo Muito Tudo Isso e Esse Cara sou Eu’. O prêmio foi recebido pela gerente da Unidade de Oncologia do HMC, Ledvania Chaves Ribeiro. “Concorremos com 60 instituições e fomos vencedores na categoria ‘Amo Muito Tudo Isso’, que representa a loja franqueada que obteve o maior engajamento na causa. Logo na primeira vez que participamos, já conquistamos um prêmio. Ficamos muito felizes de termos estreado já com troféu”, afirma Ledvania.

Em 2018, foi realizada a 30ª edição da campanha no Brasil e foram arrecadados 26 milhões de reais. Desse total, 19 milhões foram destinados às instituições que tratam o câncer e o restante para casas de apoio financiadas pelo Instituto Ronald, o idealizador do McDia Feliz. 

 

Oncologia Pediátrica do Hospital Márcio Cunha

O HMC teve uma participação de sucesso na ação e conseguiu arrecadar a verba para o financiamento de parte dos custos de mão de obra assistencial da Oncologia Pediátrica, beneficiando crianças e adolescentes de 88 cidades do interior de Minas Gerais que tem a unidade como referência no atendimento. “Agradecemos a todos que compraram conosco essa causa. Isso contribui positivamente para que a gente consiga dar uma assistência diferenciada a essas crianças das cidades de referência. Os nossos desafios são muito grandes, pois atendemos crianças que vem de todo o Leste e Nordeste de Minas Gerais e, cada vez mais, temos que buscar alternativas de custeio, porque nosso objetivo além de oferecer a elas a melhor assistência, é também, respeitar os direitos que elas têm de educação, de diversão e convívio familiar”, ressalta a gerente da Unidade de Oncologia do HMC.

A participação da Unidade de Oncologia do HMC na campanha de 2019 já está garantida. O projeto inscrito este ano pela Instituição é o custeio das atividades de pedagogia dentro da Oncologia Pediátrica para garantia da manutenção das atividades escolares regulares das crianças. Para que elas tenham atividades de recreação, entretenimento e educação na Unidade durante a internação. “Essa atividade não tem custeio via Sistema Único de Saúde, então temos que buscar sempre a sustentabilidade para esse tipo de atividade, pois sabemos que tem um impacto importante na assistência das crianças. Temos casos de pacientes que ficam até três meses internados e se eles não tiverem uma atividade de recreação e educativa em um espaço lúdico, o ambiente fica exaustivo. Não adianta devolver uma criança para a sociedade curada, mas com uma defasagem escolar e que tenha perdido um tempo da vida dela sem manter a regularidade das atividades educacionais. Não conseguimos enfrentar nenhum desafio sozinhos, precisamos da comunidade”, afirma Ledvania Chaves Ribeiro.