Abra a boca para a prevenção

A cirurgiã Buco-Maxilo e Estomatologista do COI, Cíntia Cantarino Contão, alerta sobre as ações preventivas contra o câncer bucal, que atinge mais de 15 mil brasileiros todos os anos
A cirurgiã Buco-Maxilo e Estomatologista do COI, Cíntia Cantarino Contão, alerta sobre as ações preventivas contra o câncer bucal, que atinge mais de 15 mil brasileiros todos os anos

Nem todo mundo gosta de abrir a boca para falar de coisa séria quando o assunto é saúde. Mas na Fundação São Francisco Xavier, os dentistas do Centro de Odontologia Integrada (COI) mostram que a prevenção é a palavra que nunca sai de moda para quem deseja manter o sorriso sempre saudável. Na semana em que se celebra o Dia Mundial Contra o Câncer (4 de fevereiro), o COI alerta sobre os cuidados contra um tipo da doença que já atinge mais de 15 mil pessoas por ano no Brasil, o câncer na Cavidade Oral.
“Também conhecido como câncer de boca, esse tumor maligno se desenvolve frequentemente na língua, no assoalho da boca ou no lábio inferior a partir de uma célula que sofre uma série de mudanças e pode chegar a matar. A doença manifesta-se principalmente pelo aparecimento de manchas ou feridas na boca que não se cicatrizam após uma semana. Em estágio avançado, paciente pode notar também dificuldades para falar, mastigar e engolir, além de emagrecimento acentuado, dor e presença de caroço no pescoço”, explica Cíntia Cantarino Contão, cirurgiã Buco-Maxilo e Estomatologista do COI.
Por isso, a prevenção é a melhor forma de se cuidar. Os principais fatores de risco – e que podem ser evitados – são o uso excessivo de álcool, o tabagismo, a má higiene bucal, o uso de dentaduras ou próteses dentárias mal adaptadas ou fraturadas que causam ferimentos, as doenças da gengiva e os raios solares em excesso nos lábios inferiores. Outro fator importante a ser levado em conta é o diagnóstico precoce. “Quanto mais cedo o câncer for descoberto, maiores serão as chances de cura. A prevenção e o diagnóstico precoce podem ser realizados pelo paciente com a ajuda do seu cirurgião dentista, através de um correto exame bucal. E, caso necessário, o tratamento adequado é iniciado de forma rápida”, ressalta Cíntia.
Faça o autoexame regularmente
O Centro de Odontologia Integrada lembra os cuidados que todo mundo precisa ter no dia a dia. Basta tirar uns minutinhos para examinar, na frente do espelho, lábios, observando se há mudanças de cor ou se possui áreas endurecidas. Examine também as bochechas, o céu da boca, embaixo da língua e garganta, se há alguma ferida ou saliência diferente nas partes internas. Com a língua, apalpe a superfície, procurando alterações e verifique se há a presença de caroços também no pescoço. Em caso de alterações, procure um cirurgião-dentista. Se você for um beneficiário do plano odontológico Usisaúde, entre em contato com o COI pelo telefone 3829-9750.
 

Postagens Relacionadas

Rolar para cima
Pular para o conteúdo