HMC forma nova turma de residentes com resultados expressivos

O Hospital Márcio Cunha/Fundação São Francisco Xavier comemorou, nesta segunda (29), a formação de 19 médicos especialistas em Anestesiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Pediatria, Ortopedia e Traumatologia e Radiologia e Diagnóstico por Imagem, que passaram pelo Programa de Residência Médica da instituição. A formatura do Programa de Residência Médica é o momento de reconhecer e homenagear os profissionais, apresentar os resultados obtidos no programa, que permite a permanência de mais profissionais na região, além de engrandecer o vínculo acadêmico da instituição.
Para o diretor executivo da FSFX, Luís Márcio Araújo Ramos, a missão do programa de elevar a qualidade técnica e humana dos profissionais está diretamente relacionada ao processo de expansão do Hospital. “A Fundação entende a importância de contribuir com qualidade na formação de novos profissionais especialistas. Talentos que já estão alinhados às nossas linhas de pesquisa, possuem conhecimento prévio dos protocolos assistenciais e tem afinidade com as diretrizes da instituição e, na maioria das vezes,  acabam sendo absorvidos pelo próprio hospital, o que se traduz em benefícios para a comunidade.”
Em 2015, os números da residência do HMC foram expressivos. Onze especialidades foram disponibilizadas, com total de 64 médicos residentes e 23 projetos de pesquisas desenvolvidos e outras 17 publicações em revistas e eventos científicos envolvendo casos clínicos raros e estudos epidemiológicos. Números fundamentais para fortalecer a cultura de ensino de pesquisa do hospital e mostrar o quanto os profissionais do corpo clínico estão envolvidos na assistência segura e de qualidade voltada aos pacientes da Usisaúde, do Sistema Único de Saúde (SUS) e demais convênios.
“O médico que passa pela residência geralmente ganha maior visibilidade e êxito profissional no mercado, porque ele se torna um especialista. A residência médica não é uma obrigação, mas a ausência dela limita o profissional, de forma que ele não possa trabalhar em nenhuma especialidade”, ressalta a médica coordenadora técnica da pediatria e preceptora da residência, Vera Lúcia Venâncio Gaspar.
Entenda a Residência Médica
O Programa de Residência Médica do HMC conta atualmente com 11 especialidades, com duração entre um e três anos. Destinados aos profissionais graduados em Medicina, oferece os cursos de Anestesiologia, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia Clínica Médica, Ortopedia e Traumatologia, Medicina de Urgência, Medicina Intensiva, Neonatologia, Pediatria, Radiologia e Diagnóstico por Imagem, e Radioterapia.
Todos os residentes recebem uma bolsa mensal, realizam plantões e cumprem carga horária semanal de 60 horas, envolvendo disciplinas teóricas e práticas. Dentro dessa rotina, também estão inclusos o atendimento em ambulatório e a realização de procedimentos cirúrgicos, que são sempre monitorados pelos médicos preceptores.
Para se candidatar ao programa, não é preciso ter formação recente em Medicina. O candidato pode ter se formado há cinco ou 10 anos. O importante é estar habilitado, ou seja, ser médico. O processo seletivo é executado pela Associação de Apoio a Residência Médica de Minas Gerais (Aremg), que promove as inscrições, elabora e aplica as avaliações, analisa o currículo, além de classificar o candidato por nota.
 

Postagens Relacionadas

Rolar para cima
Pular para o conteúdo