HMC passará por simulados de incêndio e evacuação

Nesta quinta e sexta, dias 15 e 16, as Unidades I e II do Hospital Márcio Cunha passarão por simulados de incêndio e evacuação, organizados pela equipe de Segurança do Trabalho da Fundação São Francisco Xavier. As atividades reforçam o compromisso com a NIAHO/DIAS, a certificação internacional de segurança assistencial e de infraestrutura conquistada pela instituição no ano passado.
Na Unidade I (Bairro das Águas), o simulado ocorrerá amanhã, quinta, das 9h às 10h. Já na Unidade II (Bairro Bom Retiro), acontecerá na sexta, das 14h30 às 15h30. Contudo, os exercícios serão realizados em áreas administrativas e não envolverão pacientes e demais clientes. Os atendimentos do hospital nos momentos do simulado, como consultas, exames e visitas, por exemplo, não serão cancelados. Apenas o setor de atendimentos por telefone, que, no dia 15, entre 9h e 10h, terá o seu funcionamento reduzido. Nesse período, as marcações de consultas e exames continuarão sendo realizados normalmente nas demais formas (presencial, internet ou Whatsapp).
Para as pessoas que passarem próximas ao caminhão do Corpo de Bombeiros, ambulância ou dos profissionais em treinamento, a orientação é para manterem a calma e seguir as instruções dos profissionais, caso necessário. “O simulado é importante para que os colaboradores possam colocar em prática os conhecimentos que absorveram no treinamento do Plano de Resposta a Emergência. Ele representa uma situação real para que todos saibam agir no sinistro.” ressalta a engenheira de Segurança do Trabalho da FSFX, Marilândia Loures.

JRF_8573
Seguindo o padrão realizado em 2014, os simulados reforçam o compromisso do Hospital Márcio Cunha com a certificação internacional NIAHO/DIAS, conquistada no ano passado

Como funcionará o simulado?

Na Unidade I do HMC, cerca de 100 participantes, entre colaboradores, brigadistas de incêndio e profissionais do Corpo de Bombeiros da Usiminas participarão do simulado. Do total, 25 pessoas irão lidar diretamente com o sinistro. O treinamento irá simular um princípio de incêndio em arquivos do Prédio Administrativo. Os brigadistas tentarão apagar o fogo com extintor, porém, não obterão êxito. Com isso, o alarme deverá ser acionado e os bombeiros da Usiminas serão comunicados. Haverá evacuação do prédio administrativo e todos irão em direção ao ponto de encontro, no estacionamento de colaboradores, para aguardarem até que tudo seja normalizado.
Na Unidade II, o simulado começará no setor de Nutrição, e envolverá cerca de 60 pessoas. Quando o fogo for iniciado em uma panela de gordura, uma pessoa tentará apagá-lo, simulando que sofrerá queimaduras. A chama se propagará no local, com isso, o alarme para os bombeiros da Usiminas deverá ser acionado. O caminhão do Corpo de Bombeiros ficará estacionado na entrada do HMC II, com os profissionais em treinamento, simulando a assistência necessária ao incêndio e ao socorro de vítimas.
Para atender a um dos requisitos da NIAHO/DIAS, exercícios simulados de incêndio e evacuação devem ser realizados pelo Hospital Márcio Cunha todos os anos. Assim, é possível satisfazer também a Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros, que estabelece os requisitos mínimos necessários para a segurança contra incêndio e pânico. “Ao realizar o simulado, nós cumprimos a legislação e também cumprimos os requisitos da NIAHO”, completa Marilândia Loures.
 

Postagens Relacionadas

Rolar para cima
Pular para o conteúdo