“Check-up de Férias” e a importância dos cuidados com a saúde durante o descanso

Cardiologista da Fundação São Francisco Xavier orienta sobre priorizar um momento para os cuidados com o bem-estar físico e mental.

Durante as férias, muitas pessoas aproveitam para descansar, relaxar e se divertir. Contudo, esse tempo de folga pode ser uma excelente oportunidade para priorizar a saúde. Muitos optam por realizar o “check-up de férias”, focando no cuidado do bem-estar físico e mental enquanto desfrutam do merecido descanso. Essa prática engloba avaliações médicas e de outros profissionais da saúde, exames preventivos e atenção aos cuidados pessoais, proporcionando uma visão abrangente do estado de saúde.

Milton Henriques Guimarães Júnior – médico cardiologista do Hospital do Márcio Cunha

Segundo especialistas, dedicar-se à saúde durante as férias vai além de uma simples tendência, sendo uma medida inteligente. O médico cardiologista do Hospital Márcio Cunha, administrado pela Fundação São Francisco Xavier, Milton Henriques Guimarães Júnior, ressalta que, por meio de consulta e de exames básicos, é possível diagnosticar doenças, possibilitando tratamentos iniciais para inúmeras patologias, contribuindo para uma vida mais saudável e de melhor qualidade. “A prevenção a doenças e os cuidados básicos começam por mudanças de hábitos como o não tabagismo e a prática de atividade física. É de grande importância o controle do peso, sendo que hoje a obesidade é entendida como uma doença crônica, relacionada ao surgimento da hipertensão arterial, do diabetes, da insuficiência cardíaca e do câncer”, destaca o médico.

Ainda segundo o cardiologista, outros elementos básicos que contribuem para uma boa saúde são o controle da pressão arterial, níveis de glicemia (açúcar no sangue) e níveis de colesterol. Manter a pressão arterial próxima a 120x80mmHg é fundamental para prevenir doenças cardiovasculares, especialmente o Acidente Vascular Cerebral (AVC), Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), insuficiência cardíaca e doenças renais. A recomendação é que pessoas a partir de 35 anos que apresentem fatores de risco, como obesidade ou diabetes, busquem avaliação médica, de maneira individualizada para traçar uma estratégia de diagnóstico, tratamento e prevenção.

Para a prevenção das doenças oncológicas, há recomendações específicas. Para as mulheres a partir dos 40 anos, a Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda a mamografia anual, visando ao diagnóstico precoce e à redução da mortalidade por câncer de mama. As doenças infecciosas também são preveníveis por meio da vacinação. A pneumonia, por exemplo, pode ser evitada com a imunização contra a gripe, a vacina contra pneumococo (uma das principais bactérias que causam essa doença) e a vacina contra o coronavírus.

O cardiologista ainda destaca a importância de repensar a saúde nesse período de férias. “O médico de referência, além dos outros profissionais de saúde como enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, são as referências nesse momento de revisão sobre a saúde. Assim é possível retornar à rotina com a sensação de ter feito algo

Postagens Relacionadas

Médico neurologista da FSFX fala sobre a doença e tabus  A campanha “Março Roxo” traz um alerta sobre a importância de mobilizar e informar…
Pediatra da Usisaúde ressalta como a estação afeta crianças com doenças respiratórias. Entenda as causas e saiba como prevenir.   A chegada do outono…
Importante para o bem-estar, para a autoestima e saúde geral do corpo, a saúde bucal é um tema importante de ser falado, pois compreende…
Doença renal crônica afeta mais de 10 milhões de pessoas no país e cerca de 850 milhões no mundo. Centro de Terapia Renal Substitutiva…
No mês em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, a Fundação São Francisco Xavier, por meio da médica de atenção primária da…
Caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal, a obesidade pode acarretar graves problemas de saúde e levar até a morte. Segundo dados do IBGE, o…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo