HMC amplia agenda de atendimentos no Centro Cirúrgico para realização de cirurgias nos finais de semana e feriados

O objetivo da iniciativa é reduzir o tempo de espera dos pacientes do Vale do Aço e região para a realização de procedimentos cirúrgicos eletivos.

O Hospital Márcio Cunha iniciou no Dia do Trabalhador, 1º de maio, a realização de cirurgias eletivas no Centro Cirúrgico da unidade II. A nova escala se estenderá durante o ano todo, aos sábados, domingos e feriados, com o objetivo de reduzir o tempo de espera dos pacientes do Vale do Aço e região para a realização de procedimentos cirúrgicos.

Segundo o coordenador de cirurgias da FSFX, Charlles Rodrigues Soares, a ampliação do serviço, inovador e estratégico, contou com o apoio de várias áreas como a diretoria do hospital, a gerência de enfermagem e gestores de áreas de interface do centro cirúrgico.

“Essa iniciativa é uma ação histórica! Apesar de parecer ser algo simples, ela proporciona maior acessibilidade para o nosso cliente/paciente e para os nossos profissionais médicos, e permite o agendamento de procedimentos de forma mais rápida e com mais opções de datas. Estamos oferecendo o que temos de melhor em segurança assistencial, humanização e toda expertise para atendimento aos procedimentos cirúrgicos”, afirma Charlles.

O médico ortopedista cirurgião de joelhos, Daniel Miranda Cota, conta que “a Fundação cresceu muito nos últimos anos, tanto em número de profissionais como em número de população atendida, o que gerou muita demanda por procedimentos e a necessidade do funcionamento do Centro Cirúrgico em dia não úteis. Essa medida nos proporciona ofertar uma assistência cada vez melhor à nossa população e diminuir o tempo de espera por um procedimento eletivo”.

Com essa iniciativa, o Hospital Márcio Cunha reafirma seu compromisso com a excelência no atendimento e bem-estar dos pacientes, garantindo que os procedimentos sejam realizados em um período mais curto.

Hospital Márcio Cunha – Hospital geral de alta complexidade com 59 anos de atuação. Possui 558 leitos e três unidades, sendo uma unidade exclusiva para o tratamento oncológico. Atende a uma população de mais de 1,3 milhão de habitantes de 67 municípios de Minas Gerais e conta com cerca de 550 médicos em 50 especialidades, sendo o 6º em número de internações e o 4º hospital em número de partos. Com prestação de serviços nas áreas de ambulatório, pronto-socorro, internação e apoio diagnóstico, atualmente atende 70% pelo SUS, além de convênios e da Usisaúde.

Foi o primeiro hospital do país a ser acreditado em nível de excelência (ONA III), pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Além disso, está classificado pela revista norte-americana Newsweek entre as melhores unidades hospitalares do Brasil.

Postagens Relacionadas

A data marca a luta pela saúde da mulher destacando a importância do acesso aos cuidados em todas as fases da vida.   Criado…
Especialista da FSFX reforça a importância de exames regulares para diagnosticar doença silenciosa Celebrado no dia 26 de maio, o Dia Nacional de Combate…
Doença assintomática e de evolução lenta, a hipertensão pode provocar complicações graves No dia 17 de maio, o mundo se une para conscientizar a…
A data visa homenagear e refletir sobre a importância dos mais de 3 milhões de profissionais que compõem essa nobre categoria no Brasil  …
Com uma equipe de seis cirurgiões, evento beneficiou 50 pacientes   O Hospital Municipal Carlos Chagas, administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX) promoveu,…
O objetivo da iniciativa é reduzir o tempo de espera dos pacientes do Vale do Aço e região para a realização de procedimentos cirúrgicos…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo