UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital Márcio Cunha completa 20 anos de assistência eficaz e humanizada

Comprometida em proporcionar atendimento multiprofissional especializado e assegurar um ambiente de acolhimento e cuidado para prematuros, crianças e adolescentes, a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica do Hospital Márcio Cunha (HMC) celebra, neste mês de julho, 20 anos de atuação.

A unidade possui atualmente 20 leitos, sendo 15 deles neonatal e 5 leitos para atendimento pediátrico. Nos últimos 10 anos, a unidade contabilizou um índice positivo, com taxa de sobrevivência de 96% para pacientes com peso a partir de 1,5 kg. A UTI, que é referência para mais de 800 mil habitantes em mais de 35 municípios do Leste de Minas Gerais é reconhecida pelo carinho dos profissionais que se dedicam aos cuidados especiais e humanizado aos pacientes.

Para o responsável técnico da Unidade, o pediatra intensivista Marcus Vinícius Alvim de Oliveira, que assiste à unidade desde a sua implantação, em 2003, a UTI além de contar com uma equipe qualificada, dispõe de uma estrutura de alta tecnologia e contabiliza procedimentos de alta complexidade realizados com êxito.

“Além de crescer no aumento da sobrevida de prematuros ao longo desses vinte anos, a qualidade do trabalho desenvolvido na unidade colocou o HMC em destaque nacional, com representatividade na Associação de Medicina Intensiva Brasileira, entre publicações de artigos científicos em congressos brasileiros de grande destaque”, celebra Marcus Vinícius.

Os cuidados e a evolução dos bebês prematuros e crianças com necessidades de cuidados especiais são acompanhados por uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiras, técnicos em enfermagem, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e psicólogos; e conta, ainda, com o auxílio de equipamentos modernos para garantir todo o suporte necessário a bebês prematuros com dificuldades respiratórias, e no tratamento de doenças graves e na recuperação cirúrgica dos pacientes. A UTI conta ainda com o auxílio de equipamentos modernos, como incubadoras, ventiladores mecânicos, ultrassons portáteis, berços aquecidos, monitores de pressão arterial e monitores de sinais vitais que contribuem para a eficácia e excelência do tratamento prestado aos pacientes.

 

Assistência Humanizada

Outro diferencial da UTI Neonatal e Pediátrica do HMC é o acolhimento e cuidado com o binômio, mãe e recém-nascido. O método canguru é uma das ações aplicadas. A prática, utilizada no HMC e grandes maternidades do mundo, é realizada quando o prematuro é colocado junto à mãe, pele a pele, coberto e encaixado apenas com uma faixa presa ao avental da mãe.

Durante o mês dedicado à prematuridade, Novembro Roxo, a equipe de psicologia da UTI produz cartas, que trazem a coleta de impressão plantar dos bebês, com mensagens de estímulo para as mamães. Para tornar o período de internação mais tranquilo e humanizado, a equipe da unidade prepara mimos e adereços para os bebês, como tiaras e toucas, além oficinas de produção de vestimentas especiais, como capas de super-heróis e fantasias e comemorações pelo mês de vida.

Entre as experiências vivenciadas na unidade, a recém-chegada dos trigêmeos, Abraão, Emanuel e Maria Helena, nascidos há uma semana no HMC, está entre as grandes histórias que a UTI Neo Pediátrica soma para as memórias futuras do hospital.

“O carinho e o atendimento que eu e meus filhos estamos recebendo de toda a equipe do HMC está sendo muito importante para a adaptação nessa nova fase.”, reconhece Estefany Lorraine da Silva, mãe dos trigêmeos.

 

Sobre o Hospital Márcio Cunha

Hospital geral com 58 anos de atuação, o HMC é referência para mais de 840 mil habitantes de 35 municípios da região leste de Minas Gerais. O Hospital Márcio Cunha (HMC) constitui-se de três unidades de atendimento, sendo uma delas exclusiva para tratamento oncológico. É credenciado para atendimentos de alta complexidade e prestação de serviços nas áreas de ambulatório, pronto-socorro, medicina diagnóstica, ensino e pesquisa, terapia intensiva adulta, pediátrica e neonatal, urgência e emergência, terapia renal substitutiva, alta complexidade cardiovascular, oncologia adulto e infantil, entre outros. O hospital atende a 70% SUS, sendo o 5º em números de internações pelo SUS em Minas.

A evolução continuada dos seus processos e a incorporação tecnológica são partes indissociáveis do HMC, que se tornou a primeira entidade hospitalar do Brasil a obter o certificado de Acreditação com Excelência, concedido pela Instituição Nacional de Acreditação (ONA). A partir de 2015, passou a integrar o seleto grupo de hospitais a possuir a certificação internacional da Det Norske Veritas International Accreditation Standard (DIAS/NIAHO), patamar alcançado por apenas seis instituições brasileiras. Em 2019, tornou-se o primeiro Hospital do Brasil a conquistar o Prêmio HIMSS Elsevier Digital Healthcare Awards, dedicado a validar a excelência no uso de informações e tecnologia para melhorar a qualidade da saúde, o cuidado e a segurança do paciente. Em 2021 a unidade conquistou essa recertificação. E está classificado pela revista norte-americana Newsweek entre as melhores unidades hospitalares do Brasil.

Postagens Relacionadas

Unidade de saúde é a única com o título de UTI Cardiológica Top Performer de Minas Gerais As unidades de terapia intensiva adulto (UTIs) do Hospital…
É essencial pontuar que saúde é mais do que a ausência de doenças, é um estado completo de bem-estar físico, mental e social. Para…
O Centro Integrado de Medicina Nuclear do Hospital Márcio Cunha iniciou, essa semana, a realização dos exames pelo PET-CT. Dentre os serviços prestados no…
Segundo a Organização Mundial de Saúde, cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo estão diagnosticadas com o autismo e no Brasil…
Médico neurologista da FSFX fala sobre a doença e tabus  A campanha “Março Roxo” traz um alerta sobre a importância de mobilizar e informar…
Pediatra da Usisaúde ressalta como a estação afeta crianças com doenças respiratórias. Entenda as causas e saiba como prevenir.   A chegada do outono…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo