Acesso rápido

Pronto-Socorro

O pronto-socorro do Hospital Márcio Cunha está maior e ainda mais preparado para se estabelecer como referência regional na prestação de serviços e como parceiro do Estado para o fortalecimento da Rede de Urgência e Emergência de Minas Gerais. Com uma estrutura arrojada e ambientes que unem tecnologia e humanização, o pronto-socorro conta com 4 mil m² de área construída (três vezes maior que a anterior), que contemplam:

  • Oito novos consultórios
  • Unidade de Observação Infantil e de Urgência Pediátrica
  • Unidade de Observação de Adultos, com 17 leitos de atendimento
  • Unidade de Observação, com nove leitos de atendimento
  • Sala de medicação convênio com nove pontos de atendimento
  • Sala de medicação SUS com seis pontos de atendimento
  • Unidade de Ortopedia, que conta com quatro leitos de observação e uma sala de raios X exclusiva para atendimentos a pacientes do pronto-socorro
  • Sala de Urgência Clínica estruturada para casos de alta complexidade
  • Sala de Emergência com sete pontos de atendimento
  • Três salas para Pequenos Procedimentos
  • Farmácia Satélite
  • Equipamentos de última geração
  • Sala para Serviço Social e área administrativa para gestão, suporte, treinamento e estar médico e de enfermagem

Na prática, os novos pontos de apoio resultam em vantagens, como a agilidade, por permitir a realização de mais atendimentos simultâneos, e a separação dos pacientes por setores de acordo com a gravidade do caso, fazendo com que crianças no atendimento pediátrico clínico, por exemplo, não tenham contato com vítimas de traumas mais graves.


ACOLHIMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO

O pronto-socorro utiliza o Protocolo de Manchester como modelo de acolhimento e classificação de risco. Trata-se de um sistema de prioridades informatizado e baseado em protocolos clínicos que permite classificar a gravidade de cada paciente assim que ele chega à unidade. Essa classificação, descrita por uma cor na ficha de atendimento, representa o grau de prioridade recomendado para o paciente a ser submetido a atendimento médico.



VERMELHA – EMERGÊNCIA

ALARANJADA – MUITO URGENTE

AMARELA – URGENTE

VERDE – POUCO URGENTE

AZUL – NÃO URGENTE