Dia da Saúde Ocular: especialista alerta sobre a importância da prevenção e destaca cuidados essenciais para a saúde dos olhos

Segundo dados do Relatório Mundial sobre Visão da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 2,2 milhões de pessoas no mundo têm deficiência visual ou cegueira e, desses casos, pelo menos 1 milhão poderiam ter sido evitados. Com o objetivo de alertar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico de doenças oculares que, se não tratadas, podem levar à perda da visão, foi criado o Dia da Saúde Ocular, uma data internacional instituída pela OMS celebrada em 10 de julho.

De acordo com o oftalmologista da Fundação São Francisco Xavier, Reginaldo Machado De Mattos Junior, é importante que as pessoas realizem uma consulta periódica com o especialista, ao menos uma vez ao ano. “O acompanhamento anual com o oftalmologista é fundamental não só para avaliar a acuidade visual e prescrever auxílios óticos, mas também para prevenção de doenças como, por exemplo, o glaucoma, que não dá sintomas e se não tratado adequadamente pode levar à cegueira de forma irreversível”, destaca o médico.

As principais doenças oculares, além do glaucoma, são a catarata, a conjuntivite aguda viral e aguda bacteriana e a catarata. De acordo com relatório do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, catarata e erro refrativo não corrigido, juntos, representam 74,8% de todos os casos de deficiência visual. O glaucoma, degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e a retinopatia diabética podem causar a perda da visão.

O médico ressalta algumas recomendações básicas de rotina que podem fazer a diferença na hora de cuidar da saúde dos olhos, reduzindo a possibilidade da ocorrência e agravamento de doenças oculares, em especial as que podem levar à indesejada cegueira. “Evitar coçar os olhos; ter cuidados com a maquiagem; não usar produtos fora do prazo de validade; verificar regularmente o nível de glicose no sangue para evitar problemas oculares provocados pela diabetes e visitar regularmente o médico oftalmologista para fazer exames preventivos são essenciais para ter uma visão saudável. Vale destacar, ainda, que consumir mais peixe; não fumar, praticar exercícios físicos, manter o peso adequado e uma boa alimentação são atitudes saudáveis, inclusive para os olhos”.

A visão é responsável por 85% das informações processadas no cérebro. Por isso, a importância das visitas regulares ao oftalmologista. “A consulta ao oftalmologista deve ser feita desde a infância, mesmo que não existam queixas visuais. A visita precoce ao médico pode corrigir problemas simples de refração, como a miopia a hipermetropia e o astigmatismo. Com a adequada correção óptica evita-se desgastes, principalmente das crianças em fase escolar”, ressalta o oftalmologista.

O oftalmologista repassa, ainda, algumas dicas para o dia a dia. “Piscar com mais frequência e fazer pausas repetidas para lubrificar as córneas evita o ressecamento dos olhos, descansa a vista e auxilia no combate à chamada síndrome da visão de computador”, aconselha Dr. Reginaldo.

Postagens Relacionadas

A Fundação São Francisco Xavier estará presente em mais uma edição da tradicional feira de negócios do Vale do Aço, a Expo Usipa, que…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo