Atividade física na infância: a saúde osteomuscular como aliada na prevenção da obesidade e problemas posturais

Entre os benefícios de praticar atividades físicas na infância, está a melhora na postura, integração social, além de contribuir para o controle de peso.

A prática de exercícios físicos na infância exerce um papel fundamental no desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes, protegendo-os contra a obesidade e problemas posturais que podem ser causados pelo uso excessivo de dispositivos eletrônicos.

Um relatório publicado pelo Sistema Nacional de Vigilância Alimentar e Nutricional de 2022, aponta que mais de 340 mil crianças de 5 a 10 anos foram diagnosticas com obesidade. A obesidade é uma doença crônica e com características multifatoriais, e pode ser influenciada por fatores biológicos, psicológicos, socioeconômicos e ambientais.

Segundo a revista Brazilian Journal of Health Review em um artigo publicado em 2022, existe uma relação entre o índice de obesidade e a influência de fatores ambientais, como o uso de telas, no aumento crescente nos dados sobre obesidade infantil, piora de hábitos alimentares e aumento do sedentarismo nas crianças e adolescentes. Associam também ao fato de, no Brasil, ser comum o hábito de se alimentar assistindo televisão e isso tem se estendido para as crianças.

O Painel Nacional  de  Televisão,  do  Instituto  Brasileiro  de Opinião  Pública  e  Estatística  (Ibope), publicou que em 2014 as crianças gastaram em média 5 horas e 35 min por dia vendo tv e que esse hábito está fortemente associado ao perfil sedentário dessas crianças, sem contar que a exposição a conteúdos que reforçam os maus hábitos alimentares.

As telas principalmente de dispositivos móveis, quando utilizadas de forma inadequada, podem trazer prejuízos permanentes no desenvolvimento infantil, mas se utilizadas de forma parcimoniosa, no máximo 1 hora por dia, podem contribuir positivamente para o desenvolvimento cognitivo, linguístico e motor fino infantil.

Segundo o ortopedista pediátrico da Fundação São Francisco Xavier, Leonardo Ornelas, a obesidade pode causar outras doenças e deformidades ósseas, enquanto o uso excessivo de telas acarreta problemas posturais e dores nas articulações. Fatores que segundo o especialista são responsáveis por “epidemias” preocupantes, que afetam a saúde das crianças. O estímulo físico na infância, começa com a prática de atividades livres, como correr, pular e nadar, que iniciam o caminho para um estilo de vida saudável.

“É importante incentivar hábitos saudáveis e limitar o tempo de tela para garantir o bem-estar das crianças. Os pais têm um papel fundamental nesse processo, mas é importante não ultrapassar os limites físicos da criança, incluindo entre as atividades, momentos de descanso”, esclarece Leonardo.

Entre os benefícios de investir na saúde osteomuscular na infância, estão a melhora da postura, equilíbrio, disciplina, integração social, autoestima, saúde cardiovascular, além de contribuir para o controle de peso.

“É importante destacar que as modalidades de atividades e as condições de saúde de cada criança devem ser levadas em consideração, antes de iniciar qualquer prática. Na dúvida, busque sempre orientações de um especialista”, pontua o ortopedista.

Guia de Atividade Física

Com o objetivo de incentivar sobre a importância de manter uma vida fisicamente ativa, o Ministério da Saúde, desenvolveu uma cartilha, que aborda a prática de atividades em diferentes grupos e ciclos de vida, com exemplos e indicações de exercícios. Acesse o guia para consultar as informações e recomendações específicas.

Ortopedia e Traumatologia

A FSFX destaca a clínica ortopedia e traumatologia do Hospital Márcio Cunha, composta por 27 ortopedistas, que atuam em diversos setores da unidade como, pronto-socorro, ambulatório e centro cirúrgico. Os atendimentos englobam todas as especialidades que compõe a área da ortopedia: ombro, mão, quadril, joelho, pé, tornozelo. A unidade também é referência em coluna, tumor ósseo, reconstrução e alongamento ósseo e ortopedia pediátrica. De agosto de 2022 ao mesmo período deste ano, foram realizados 6.163 atendimentos cirúrgicos nas unidades I e II do Hospital Márcio Cunha em Ipatinga, sendo a especialidade que mais realiza cirurgia nas unidades.

Comprometido com a qualidade nos atendimentos, além da educação continuada e atualização específica da área, o grupo clínico de ortopedia e traumatologia do HMC promove, diariamente, grupos de discussão junto aos residentes, além da realização de congressos anuais junto à Sociedade Brasileira de Ortopedia.

Fique em dia com a sua saúde: a Usisaúde oferece diversos planos médicos com foco na prevenção e no diagnóstico precoce para cuidar do seu bem-estar. Conheça os nossos serviços e aproveite cada benefício disponível para você e sua família!

Postagens Relacionadas

Prática de fumar causa danos para quem fuma e quem convive com fumantes A OMS considera o tabagismo um fator de risco evitável, uma…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo