Quer parar de fumar? Beba leite!

Você já tentou de tudo para parar de fumar e não consegue largar o vício? Bem, talvez não tenha tentado realmente tudo! Você sabia que os alimentos podem ser seus aliados na guerra contra o tabagismo? Por exemplo, se você tomar um copo de leite frio antes da próxima tragada, o gosto do cigarro em sua boca ficará horrível e diminuirá o prazer ligado à experiência de fumar. Segundo pesquisa da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, realizada com mais de 200 fumantes, o leite e seus derivados são os alimentos campeões quando se trata de mudar o paladar do cigarro.

Fumar é um hábito poderoso. Existe um grande prazer sensorial em pegar um cigarro do maço, acendê-lo e continuar levando-o à boca repetidamente. Que tal, então, trazer consigo alguns snaks saudáveis que podem ser encontrados em lojas de produtos naturais e que você pode consumir sem dor na consciência? Ou uma fruta? Eles são ótimas fontes de vitaminas e minerais, mantêm seu metabolismo acelerado (o que é bom) e, além de substituir o cigarro, eles dão a você a oportunidade de curtir intervalos para o relaxamento e o controle da ansiedade. Mas atenção: castanhas e frutas secas contêm quantidade considerável de gorduras e calorias, caso opte por esses, cuidado com os excessos.

Um dos maiores receios de quem está tentando parar de fumar diz respeito, ao ganho de peso. Mas isso pode ser amenizado. Procure beber água nos momentos de angústia provocados pela abstinência. Saboreie seu copo de água fresca ou gelada devagar, o que também ajuda na questão mecânica do hábito de levar algo à boca. O líquido ainda traz um ganho adicional, contribui na eliminação de toxinas e na hidratação do corpo.

Por outro lado, há alimentos que ajudam a desintoxicar o organismo da nicotina, o elemento que provoca o vício. Atum, sardinha, linhaça, chia e oleaginosas, entre outros, são ricos em ômega 3, antioxidantes, anti-inflamatórios, que colaboram com essa tarefa. Fontes de betacaroteno (como a espinafre), vitamina C (laranja, caju e acerola) e licopeno (tomate, mamão e goiaba) são outros parceiros com quem você pode contar.

Já os alimentos ricos em proteínas de origem vegetal, como feijão, soja, lentilha, grão de bico e ervilha, contribuem com a reconstrução dos tecidos danificados pelo tabagismo. Não é uma boa notícia?

Evite o consumo de álcool e do famoso cafezinho! Eles, normalmente, estimulam a vontade de acender um cigarro.  Mas como lembra um dos responsáveis pelo estudo sobre os alimentos que alteram o gosto do cigarro, Jed E. Rose, da Universidade de Duke: “Nenhum tratamento de combate ao fumo é 100% efetivo. Deixar de fumar exige força de vontade”.

 

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo