Como identificar o cansaço mental e lidar com este problema?

Tempo de leitura: 5 minutos.

A pandemia da covid-19 e as mudanças geradas na vida das pessoas do Brasil e do mundo trouxeram um cenário de incertezas, no âmbito pessoal e profissional. Por consequência, o isolamento social, e estado de ansiedade e alerta constantes, ocasionaram episódios de profundo cansaço mental em muitas pessoas. 

Essa é uma condição que requer atenção e cuidados, devido aos riscos para a saúde física e mental. Sabemos que as reações a este cansaço mental são sentidas de forma diferente para cada pessoa. Cada um reage de uma forma! O mais importante, neste caso, é identificar de fato qual a causa deste problema, para assim, tomar as precauções necessárias. 

O objetivo deste post é identificar as características do cansaço mental, os principais sintomas e como lidar com a situação. Continue lendo e veja como administrar o esgotamento da mente e a importância de contar com a ajuda de especialistas!

O que caracteriza o cansaço mental?

O excesso de preocupação, seja no trabalho ou na vida pessoal, pode desencadear picos elevados de estresse e abalar o estado emocional, provocando profundo cansaço mental. Esse é um problema muito comum e evidente nos últimos tempos. 

Mais do que uma fadiga momentânea, o esgotamento mental traz consequências, como por exemplo, a perda de rendimento em tarefas simples do dia a dia. É nesse momento que pode surgir a sensação de estar doente e sem perspectivas. 

No contexto profissional, cada vez mais temos notícias de casos de Síndrome de Burnout, que se refere ao esgotamento mental em função do excesso de trabalho, geralmente associada a situações desgastantes, que exigem muita competitividade e/ou responsabilidades. Um profissional acometido pela síndrome perde eficiência e produtividade, e, como consequência, ocorre o afastamento de suas atividades.

Quais são os sintomas do cansaço mental?

Quando a mente chega ao limite do cansaço, começa a dar sinais de que algo não vai bem, especialmente, para alguém acostumado a levar uma vida proativa e cheia de energia. Alguns sintomas isolados, ou em conjunto, podem indicar a sobrecarga e esgotamento mental, como: 

  • Dor de cabeça – episódios frequentes com dor latejante ou pressão na cabeça, que pode ocasionar náuseas; 
  • Distúrbios do sono – o esgotamento mental pode causar um sono inquieto ou até insônia, e a sensação de não conseguir descansar plenamente; 
  •  Irritabilidade – é comum que a pessoa se sinta mais irritada com coisas simples devido ao estresse psicológico produzido pelo cansaço e tensão;. 
  • Dificuldade de concentração – para uma mente exausta é difícil se concentrar nas atividades cotidianas, fazendo com que as distrações ocorram com mais frequência; 
  • Dor corporal – o cansaço mental traz tensão para os músculos que instintivamente se contraem, o que provoca dores no corpo.

Como lidar com o cansaço mental?

O cansaço mental pode estar ligado a situações pessoais, profissionais ou as duas áreas da vida. É importante identificar os fatores geradores e encontrar soluções adequadas para minimizar ou eliminar de vez o problema. 

O acompanhamento com sua equipe de saúde é um dos melhores caminhos na jornada de autoconhecimento e autocuidado. Com o apoio de uma equipe multiprofissional, composta por especialistas de diversas áreas, é possível tratar as questões que estão ocasionando a sobrecarga da mente. 

Entre terapias, atividades físicas e medicações adequadas, quando necessário, uma equipe trabalhando de forma integrada pode atuar com maior eficácia em um caso de cansaço mental. Vale lembrar que a automedicação não é recomendada pelo risco de afetar e comprometer a saúde, podendo piorar ainda mais os sintomas. 

Gostou do post? Aproveite então a visita para ler mais um artigo, dessa vez sobre a importância dos hábitos de autocuidado!

Referências:

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MEDICINA DO TRABALHO. Cansaço mental: por que precisamos respeitar os sinais de estresse da nossa mente. 2018. Disponível em: <https://www.anamt.org.br/portal/2018/10/15/cansaco-mental-por-que-precisamos-respeitar-os-sinais-de-estresse-da-nossa-mente/>. Acesso em: 03 Dez. 2021

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MEDICINA DO TRABALHO. O que é síndrome de burnout. E quais as estratégias para enfrentá-la. 2018. Disponível em: <https://www.anamt.org.br/portal/2018/05/30/o-que-e-sindrome-de-burnout-e-quais-as-estrategias-para-enfrenta-la/>. Acesso em: 03 Dez. 2021

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. Bem Viver: Saúde Mental no Ministério Público. 2020. Disponível em: <https://www.cnmp.mp.br/portal/images/Publicacoes/documentos/2020/Bem_Viver_web2.pdf>. Acesso em: 03 Dez. 2021

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Realidade imposta pela pandemia pode gerar transtornos mentais e agravar quadros existentes. 2021. Disponível em: <https://aps.saude.gov.br/noticia/14197>. Acesso em: 03 Dez. 2021

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Síndrome de Burnout: o que é, quais as causas, sintomas e como tratar. 2018. Disponível em: <https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/saude-mental/sindrome-de-burnout>. Acesso em: 03 Dez. 2021

PÊGO, F.P.L. PÊGO, D.R. Síndrome de Burnout. Rev Bras Med Trab., v.14, n.2, p.171-176, 2016. Disponível em: <https://www.rbmt.org.br/details/46/pt-BR/sindrome-de-burnout>. Acesso em: 03 Dez. 2021

SECRETARIA DE SAÚDE DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ. Saúde mental e trabalho: saiba como evitar esgotamento profissional no dia a dia. 2020. Disponível em: <https://www.ceara.gov.br/2020/02/27/saude-mental-e-trabalho-saiba-como-evitar-esgotamento-profissional-no-dia-a-dia/>. Acesso em: 03 Dez. 2021

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo