Como cuidar bem dos rins e evitar doenças renais crônicas (DRC)

Tempo de leitura: 6 minutos

Conteúdo atualizado em 10/05/2021

As Doenças Renais Crônicas (DRCs), são alterações heterogêneas que afetam a estrutura dos rins e também as suas funções. Ao perceber qualquer sintoma, é essencial buscar por apoio de uma equipe de saúde para que os profissionais possam analisar o histórico do paciente, entender qual é o problema e realizar as intervenções necessárias para preservar o funcionamento dos rins.

Muitas vezes, as doenças podem parecer benignas. Porém, com a falta de tratamento, se tornam mais graves e trazem complicações. Neste material, você entenderá um pouco mais sobre elas, sintomas e tratamentos.

Quais são as funções dos rins?

Os rins são dois órgãos que possuem forma semelhante a um feijão, localizados na região posterior do abdômen, com a função de filtrar o sangue e eliminar resíduos (ureia, ácido úrico, medicamentos, entre outros) e o excesso de líquido na forma de urina.

Além disso, os rins também participam de processos essenciais para a saúde, como: o controle da pressão arterial; controle e das concentrações de substâncias químicas como sódio, potássio, cálcio, e fósforo e outros, no sangue,; produção de hormônios; e ainda contribui para o estado adequado dos ossos e estimula a produção de glóbulos vermelhos.

Quais são os fatores de risco para as doenças renais crônicas?

As doenças renais crônicas apresentam alguns fatores de risco. Entre eles, destacamos:

  • Pessoas que apresentam diabetes (1 ou 2);
  • Pessoas com quadro de hipertensão;
  • Idosos;
  • Portadores de obesidade;
  • Pessoas com doenças cardiovasculares;
  • Tabagismo;
  • Histórico de doenças renais na família;
  • Uso de agente nefrotóxicos.

Algumas condições como nefrite (inflamação nos rins), infecções respiratórias, doenças autoimunes e infecções urinárias recorrentes também podem causar lesões aos rins e comprometer o seu funcionamento.

Por essa razão, o paciente que tiver qualquer um desses sintomas ou comorbidades deve buscar orientação especializada. Nesse sentido, para que a identificação é não seja feita de forma tardia e trazer complicações ao tratamento.

Quais são os sintomas?

Por se tratar de uma doença de curdo prolongado, em grande parte das vezes, a doença pode ser assintomática. Entretanto, os sintomas mais comuns, indicativos de problemas renais são:

  • Urinar com maior frequência, especialmente à noite, sem uma causa aparente;
  • Redução do volume urinário;
  • Sentir dor ou ardor ao urinar, acompanhada ou não de dor lombar;
  • Alterações na cor (escura) e aspecto da urina (sanguinolenta, com espuma);
  • Inchaço;
  • Pressão alta.

Além de outros sintomas, mais inespecíficos como: cansaço intenso, palidez, anemia que não se cura, redução do apetite, vômitos, atraso de crescimento e desenvolvimento (crianças), dentre outros.

Como são realizados o diagnóstico e o tratamento?

O diagnóstico e o tratamento precoce podem retardar ou interromper a progressão da doença, e o tratamento dependerá do estágio (gravidade) atual e da existência de outros problemas de saúde associados. 

A insuficiência renal (quando os rins perdem a capacidade de realizar as funções adequadamente) pode ser diagnosticada por meio de exames de urina e de sangue, avaliando a presença de substâncias que normalmente não são encontradas. Por meio da identificação de determinados compostos, é possível estimar a capacidade de filtração do rim (taxa de filtração glomerular) e identificar a severidade da doença. Também é comum a solicitação de ultrassom, para investigar alterações no tamanho, posição e forma dos rins.

Em estágios iniciais, o controle da pressão arterial é o grande aliado na prevenção do comprometimento dos rins, assim como o uso de medicamentos específicos; adoção de uma alimentação saudável, para preservar os rins; realização de atividade física regular; abandono do cigarro e redução da ingestão de bebidas alcoólicas. 

Em estágios mais avançados da doença, deve ser iniciada a diálise ou transplante renal. A diálise é um procedimento que visa realizar a função dos rins, limpando e filtrando o sangue, por meio de uma máquina.

Portanto, estar atento à sua saúde e buscar por apoio da sua equipe de saúde de referência, é uma das formas de prevenção. Além de trazer a oportunidade de identificar de forma precoce, é possível tratar os problemas prévios, como diabetes, hipertensão, entre outros.

Além disso, é preciso ter um controle no estilo de vida. Ter hábitos saudáveis contribui para melhorar as condições do aparelho circulatório, auxiliar na perda de peso, aumentar os níveis de energia e contribuir até mesmo para que a pessoa tenha melhores noites de sono.

Conforme explicamos, o inchaço é um dos sintomas das doenças crônicas renais. Para saber um pouco mais sobre o inchaço nas pernas, continue no blog e confira outras informações!

Referências:

INSTITUTO DE APOIO A CRIANÇA E AO ADOLESCENTE COM DOENÇAS RENAIS (ICRIM). O que é Doença Renal Crônica?. 2021. Disponível em: <https://icrim.org.br/o-que-e-doenc%CC%A7a-renal-cro%CC%82nica/>. Acesso em: 05 Abr. 2021.

JORNAL DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP). Doenças renais crônicas atingem 10 milhões de brasileiros. 2020. Disponível em: <https://jornal.usp.br/campus-ribeirao-preto/doencas-renais-cronicas-atingem-10-milhoes-de-brasileiros/>. Acesso em: 05 Abr. 2021.

JORNAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS (UFG). Especialista fala sobre prevenção e doenças renais. 2020. Disponível em: <https://jornal.ufg.br/n/124755-especialista-fala-sobre-prevencao-e-doencas-renais>. Acesso em: 05 Abr. 2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Doença renal crônica é epidêmica, diz Sociedade Brasileira de Nefrologia Fonte: Agência Senado. 2021. Disponível em: <http://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/doencas-renais>. Acesso em: 05 Abr. 2021.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA (SBN). Doença renal crônica: Diagnóstico e prevenção. 2020. Disponível em: <https://www.sbn.org.br/noticias/single/news/doenca-renal-cronica-diagnostico-e-prevencao/>. Acesso em: 05 Abr. 2021.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA (SBN). O que é hemodiálise?. 2021. Disponível em: <https://www.sbn.org.br/orientacoes-e-tratamentos/tratamentos/hemodialise/>. Acesso em: 05 Abr. 2021.

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo