Como saber quando devo consultar um psicólogo?

Os sintomas de doenças emocionais não são tão claros quanto aqueles que podem ser observados no corpo. Em função disso, e também do desconhecimento da importância e efetividade do tratamento psicológico, muitas pessoas ignoram essa necessidade e postergam a busca por auxílio profissional.

Para ajudar você a descobrir qual o momento para consultar um psicólogo, selecionamos alguns sinais que são motivos de alerta. Afinal, todo ser humano passa por momentos de estresse, tristeza, aflição e conflito, o que é perfeitamente normal até certa medida. Porém, quando essas sensações se tornam crônicas e duradouras, estamos diante de um problema de saúde. Observe se alguma das seguintes características se enquadra no estado emocional vivido por você atualmente.

Você sente tudo com muita intensidade

Todos nós sentimos raiva e tristeza, mas qual é a intensidade desses sentimentos em seu cotidiano? Eles são capazes de prejudicar a sua habilidade para se manter como um “ser social”? Se a resposta for “sim”, fique atento e procure ajuda. Da mesma forma, o excesso de ansiedade faz com que qualquer mudança de cenário, como a troca de emprego ou o adiamento de uma viagem, seja vista como uma catástrofe, o que é muito debilitante. Se for este o seu caso, procure ajuda de um psicólogo.

Você sofreu um trauma e não consegue parar de pensar nisso

O temor excessivo de uma morte em família, do rompimento de um relacionamento ou da perda do emprego pode ser consequência de algum trauma. Como resultado, algumas pessoas se apegam excessivamente a amigos, namorados e familiares, tornando-se muito dependentes afetivamente. Essas são algumas pistas que indicam que é tempo de buscar ajuda profissional.

Você tem frequentes dores de cabeça ou de estômago sem explicação ou quedas abruptas do sistema imunológico

Quando estamos emocionalmente abalados, nossos corpos também são afetados. Pesquisas comprovam que o estresse pode se manifestar na forma de várias doenças do corpo, desde dores estomacais crônicas até enxaquecas. A diminuição da libido e o surgimento de incômodos musculares (principalmente nas costas e no pescoço) também são indícios importantes de que o campo emocional precisa de ajuda.

A sua produtividade no trabalho está caindo

Se você se sente desmotivado e desconectado de seu trabalho, mesmo se algum dia ele já o deixou feliz, isso pode ter causas psicológicas. Alterações da capacidade de foco e de concentração, bem como feedbacks negativos de seus superiores são razões de atenção e procura por ajuda.

 Você não se interessa mais por atividades que amava

Se os encontros com amigos e familiares, assim como os hobbies que você praticava não geram mais alegria e empolgação, alguma coisa está errada. Procurar um especialista pode ajudar você a dar novo significado aos seus interesses, reencontrando o prazer em antigas ou novas atividades.

Seu relacionamento está tenso

Você tem tido dificuldades para dizer o que sente ou mesmo para identificar o que está sentindo? Se você fica desconfortável ao interagir com a pessoa que você ama (ou pensa que ama), busque ajuda, as terapias de casais podem ser uma boa opção.

Seus amigos têm dito que estão preocupados com você

Às vezes, os amigos são capazes de enxergar padrões de comportamento em nós que não somos capazes de perceber sozinhos. Então, vale a pena considerar esses comentários. Se seus amigos disserem que estão preocupados e que há algo estranho em sua maneira de agir, preste atenção: eles podem estar certos.

A psicologia tem auxiliado milhões de pessoas ao redor do mundo a administrarem suas emoções de forma a tornar possível uma existência feliz e realizadora. Se você se identificou com alguma das situações descritas acima, não hesite: a terapia é uma opção para tratar as suas dificuldades e conseguir conduzi-las de forma mais leve.

Postagens Relacionadas

Prática de fumar causa danos para quem fuma e quem convive com fumantes A OMS considera o tabagismo um fator de risco evitável, uma…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo