Dicas para proteger a família contra o coronavírus nas festas de fim de ano

Desde novembro o Brasil tem registrado um avanço da pandemia do novo coronavírus, o que tem preocupado os epidemiologistas e pesquisadores da área, principalmente pela aproximação das festividades típicas de fim de ano. Tradicionalmente, as celebrações de Natal e Réveillon, são marcadas por reuniões familiares e confraternizações entre amigos, mas que, no cenário atual, podem representar um grande risco, no que diz respeito ao aumento da transmissão do vírus.

As festas de fim de ano são uma preocupação mundial, e a forma mais segura é ficar em casa e celebrar localmente, apenas com pessoas que moram com você. Mas, se você for comemorar em outro local ou receber convidados, lembre-se que estará exposto a diferentes níveis de contágio e é importante se atentar aos cuidados para reduzir os riscos de transmissão.

Procure reunir o menor número de pessoas e reduzir o tempo das confraternizações, escolher um local aberto e bem ventilado, utilizar corretamente a máscara, evitar exposição a diversos cenários e estar em “quarentena” antes dos encontros, são dicas para minimizar os riscos. 

Especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) desenvolveram uma cartilha com recomendações e alertas para evitar o contágio durante as reuniões de fim de ano, confira abaixo: 

  • Use máscara quando não estiver comendo ou bebendo e guarde em um saco, quando não estiver utilizando. Tenha máscaras limpas, para eventual necessidade de troca (tempo de uso, umidade ou sujidade);
  • Evite aglomerações, aperto de mão, abraços e mantenha a distância, de pelo menos 2 metros entre os participantes;
  • Prefira locais abertos e bem ventilados. Evite o uso de ar-condicionado;
  • Lave as mãos com frequência durante o evento com água e sabão ou use álcool;
  • Não compartilhe objetos, como talheres ou copos;
  • Após tocar em objetos que estejam sendo compartilhados com outros convidados (ex: utensílios para servir a comida, jarras e garrafas), lave as mãos com água e sabão ou álcool.
  • Evite música alta para que as pessoas não tenham que gritar ou falar alto. Caso alguém esteja contaminado com o vírus, lançará um número maior de partículas virais no ambiente;
  • Oriente os convidados a não se sentarem todos reunidos na hora da ceia. Organize espaços separados para pessoas que moram juntas;
  • Tenha sabão e papel para secagem de mãos disponíveis no banheiro. Evite o uso de tolhas de pano;
  • Utilize lixeiras com pedais para que as pessoas descartem seus lixos sem precisar colocar as mãos na tampa. Lave as mãos após esvaziar a lata de lixo;
  • Lave as mãos antes de preparar a comida e use máscara durante o preparo e limite o número de pessoas no ambiente em que a comida estiver sendo preparada ou manuseada;
  • Caso ofereça bebidas, disponibilize-as em embalagens individuais (latas ou garrafas), arrumadas em baldes com gelo, para que as pessoas possam se servir sozinhas;
  • Ofereça condimentos, molhos para salada ou temperos embalados individualmente, sempre que possível;
  • Pratos e bebidas em recipientes não individuais devem ser servidos por uma única pessoa. O responsável deve lavar as mãos antes de servir e sempre usar a máscara;
  • Após o evento, lave toda a louça em água corrente e com detergente, ou use a máquina de lavar louças.

E atenção: se você está com sintomas relacionados à Covid-19, já tem o diagnóstico da doença ou está aguardando o resultado de um teste, mantenha o isolamento domiciliar e não receba outras pessoas em sua casa!

Fique em casa e celebre apenas com as pessoas que já moram com você, principalmente se você faz parte ou mora com alguém do grupo de risco para casos graves de Covid-19 (pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal crônica em estágio avançado, imunodepressão provocada pelo tratamento de doenças autoimunes, como lúpus ou câncer; pessoas acima de 60 anos de idade, fumantes, gestantes, mulheres em resguardo e crianças menores de 5 anos).

Vale reforçar que as dicas são para diminuir os riscos, mas nenhuma delas é capaz de impedir totalmente a transmissão! Podemos aproveitar também as ferramentas de internet que permitem encontros virtuais, o Teams, Zoom, Skype, Google Meet, tão presentes neste ano, assim é possível estar mais perto de pessoas que amamos, sem risco. 

Cuide-se e boas festas!

Referência:

FIOCRUZ, Ministério da Saúde. Covid-19: preservar a vida é o melhor presente neste fim de ano. 2020.  Acesso em: 23 de dezembro 2020. Disponível em: https://agencia.fiocruz.br/sites/agencia.fiocruz.br/files/u35/_cartilha_cuidados_final-de-ano_2020-12-15.pdf

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo