Cuidados paliativos

Tempo de leitura: 2 minutos

Nos últimos anos teve aumento da prevalência de casos de câncer e outras doenças crônicas. O desenvolvimento das tecnologias médicas e o avanço da medicina, fez com que muitas doenças mortais se transformassem em doenças crônicas, levando a longevidade dos portadores dessas doenças. 

Neste conteúdo, explicaremos um pouco mais sobre o tema. Confira!

O que são os cuidados paliativos?

Segundo a definição da Organização Mundial de Saúde (OMS, 2002), Cuidados Paliativos é “uma abordagem que promove a qualidade de vida de paciente e seus familiares, que enfrentam doenças que ameacem a continuidade da vida, por meio da prevenção e do alívio do sofrimento”, através da avaliação precoce e controle de sintomas físicos, sociais, emocionais e espirituais.

As doenças ameaçadoras da vida sejam agudas ou crônicas, com ou sem possibilidade de reversão ou tratamentos curativos, trazem a necessidade de um olhar para o cuidado amplo e complexo, em que haja interesse pela totalidade da vida do paciente com respeito ao seu sofrimento e de seus familiares. A assistência ao paciente é realizada por uma equipe multiprofissional durante o período do diagnóstico, adoecimento, finitude e luto. Este acompanhamento pode ser realizado, além do médico, por enfermeiro, psicólogo, assistente social, nutricionista, etc, dependendo das demandas levantadas pelos pacientes em cuidados paliativos e seus familiares e cuidadores.

Como os cuidados paliativos oferecem suporte ao paciente?

Geralmente, os cuidados paliativos oferecem, por meio de uma equipe assistencial multiprofissional, diferentes suportes, tais como:

  • Controle de sintomas 
  • Cuidado espiritual 
  • Reuniões familiares 
  • Coordenação dos cuidados
  • Apoio para cuidados domiciliares
  • Apoio ao enfrentamento do Luto

Contar com o apoio de uma equipe especializada é fundamental para promover o suporte adequado. E. Sse Se quiser saber um pouco mais sobre a importância do acompanhamento multiprofissional regular, convidamos a conhecer o Usifamília.

Referências:

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER. Cuidados paliativos. 2020. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/controle-do-cancer-do-colo-do-utero/acoes-de-controle/cuidados-paliativos>. Acesso em: 22 Abr. 2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual de cuidados paliativos. 2020. Disponível em: <https://antigo.saude.gov.br/images/pdf/2020/September/17/Manual-CuidadosPaliativos-vers–o-final.pdf>. Acesso em: 22 Abr. 2021.

REVISTA DA ASSOCIAÇÃO BAHIANA DE MEDICINA. Os benefícios do cuidado paliativo no tratamento do câncer. 2019. Disponível em: <https://www.revistaabm.com.br/blog/os-beneficios-do-cuidado-paliativo-no-tratamento-do-cancer>. Acesso em: 22 Abr. 2021.

RIBEIRO, Júlia Rezende; POLES, Kátia. Cuidados Paliativos: Prática dos Médicos da Estratégia Saúde da Família. 2019. Disponível em: <http://bvs.saude.gov.br/edicoes-2020/is-n-01/3102-cuidados-paliativos>. Acesso em: 22 Abr. 2021.

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo