Dia Mundial da Doença de Parkinson

Atualmente, muito se ouve falar sobre a Doença de Parkinson. Mas, afinal, o que é esta doença? Você sabe?

A Doença de Parkinson é uma das doenças neurológicas mais comuns atualmente. É um distúrbio do sistema nervoso central, que faz com que o cérebro perca a capacidade de controlar os movimentos do corpo. A doença foi descoberta em 1817 por James Parkinson, e no dia 11 de Abril foi instituído o Dia Mundial da Doença de Parkinson, com intuito de informar e conscientizar a população mundial para a doença.

É mais comum em pessoas com mais de 65 anos de idade e seu principal sintoma é a tremura. No entanto, outros sinais podem aparecer como: rigidez, dificuldade de equilíbrio, lentidão dos movimentos e alteração na fala e na escrita.

É importante ressaltar que os sintomas não são os mesmos para todos os pacientes e que eles podem ser sentidos em diferentes níveis por cada pessoa.

As causas ainda são desconhecidas e não há cura para esta disfunção, mas há a possibilidade de tratamento clínico realizado através de remédios que inibem a evolução do quadro.

O mais importante, porém, é manter-se ativo intelectualmente, praticar atividades físicas e ter uma alimentação saudável com ingestão de muitos líquidos.

Se notar tremores nas mãos ou a diminuição da letra, procure imediatamente um médico, pois quanto antes for iniciado o tratamento, menores são as chances de sofrer com os sintomas da doença.

Se o diagnóstico for confirmado, é essencial ao paciente ter o apoio da família e o acompanhamento multidisciplinar de profissionais da saúde, incluindo fisioterapeuta, fonoaudiólogo, e terapeuta ocupacional.

Manter o otimismo e a vontade de continuar tendo uma vida normal também é muito importante para que os sintomas da doença sejam mais facilmente controlados e a qualidade de vida do paciente não seja abalada.

Postagens Relacionadas

A Fundação São Francisco Xavier estará presente em mais uma edição da tradicional feira de negócios do Vale do Aço, a Expo Usipa, que…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo