Lombalgia – Você sabe o que é?

Ao contrário do que muita gente pensa, a lombalgia não é uma doença. Trata-se de dores na região lombar que podem ter diferentes origens, como má postura, obesidade, tabagismo, sedentarismo, gravidez, movimentos repetitivos e até o levantamento de objetos excessivamente pesados. Também pode ser causada por alguma inflamação, infecção, hérnia de disco, artrose e fatores emocionais.

 

Sintomas

O principal sintoma da lombalgia é a dor na região lombar, ou seja, aquela situada na parte mais inferior da coluna, na altura da cintura. A intensidade e a duração dessa dor são variáveis, podendo ser agudas e constantes ou cíclicas e mais leves. Durante o período de dor, alguns movimentos, como o de rotação dos quadris, podem agravar a situação. Manter-se em uma mesma posição por muito tempo também tende a elevar a sensação dolorosa, principalmente se essa imobilidade se der em uma postura inadequada. A persistência da dor acarreta ainda alguns sintomas secundários, como as limitações de mobilidade e de interações socioafetivas. Essas limitações têm o potencial de levar o indivíduo a um quadro de apatia, ansiedade e depressão.

 

Diagnóstico

Um exame clínico feito pelo ortopedista, somado ao relato do paciente, é suficiente para identificar o problema. Porém, para que haja uma ideia exata a respeito da dimensão da lesão e do local afetado, pode ser solicitado exame de imagem.

 

Tratamento

Durante as crises de lombalgia, os exercícios físicos são contra indicados, devendo-se fazer repouso absoluto. Analgésicos podem ser utilizados de acordo com a prescrição médica. Nos períodos em que não houver dor, recomenda-se a prática de exercícios físicos orientados por um profissional, com a finalidade de fortalecer a musculatura do abdômen e da região lombar, que auxiliam a coluna na sustentação do tronco. Musculação e pilates são as atividades mais indicadas. Adotar uma boa postura e evitar o tabagismo também são ações fundamentais, bem como a boa alimentação e o combate à obesidade.

Seguindo essas recomendações e mantendo hábitos saudáveis, as crises de lombalgia serão reduzidas e você terá uma melhor qualidade de vida.

 

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo