Maio Verde alerta sobre saúde dos olhos e combate ao glaucoma

Doença é uma das principais causadoras de cegueira irreversível, podendo afetar até 2,5 milhões de brasileiros acima dos 40 anos de idade

 

O glaucoma é uma doença silenciosa e uma das principais causas de cegueira irreversível em todo o planeta. Segundo dados da Sociedade Brasileira do Glaucoma (SBG), cerca de 2% da população com mais de 40 anos. Ainda de acordo com a entidade, 70% dessas pessoas não sabem que têm a doença, que é caracterizada pelo aumento da pressão intraocular, danificando o nervo ótico. Diante desse cenário, a campanha Maio Verde reforça a conscientização sobre a saúde dos olhos e a prevenção do glaucoma.

O Ministério da Saúde estima que mais de 35 milhões de pessoas no Brasil sofrem de algum problema que causa dificuldade para enxergar. Dentre esses casos, ao menos 900 mil são diagnosticados com o glaucoma. No cenário global, a condição afeta mais de 64 milhões de pessoas, com idade entre 40 e 80 anos. Projeções da Organização Mundial da Saúde (OMS) também apontam que, até o ano de 2040, esse número deve aumentar para mais de 110 milhões.

Se não for tratado, o glaucoma pode evoluir para perda total da visão em 80% dos casos, devido ao seu caráter progressivo. Por isso, quando diagnosticado tardiamente, pode ser muito perigoso para a saúde ocular do paciente. Os números servem de alerta para os cuidados preventivos, já que a doença acomete 2% dos brasileiros acima dos 40 anos. O risco de desenvolver o glaucoma ainda aumenta conforme a idade, podendo triplicar após os 70 anos.

 

O que causa o glaucoma?

O aumento da pressão intraocular que causa o glaucoma envolve a parte anterior dos olhos, que produz um líquido chamado humor aquoso, preenchendo a parte da frente. Depois disso, o líquido deixa o órgão passando por canais situados na córnea e na íris.

Quando esses canais são obstruídos ou danificados, a pressão intraocular pode subir. Esse aumento pode fazer com que o nervo ótico sofra danos, que ainda podem ser progressivos, afetando o campo de visão gradualmente. Um relato comum entre os pacientes é o de começar a ter dificuldade para se deslocar, pois a visão danificada atrapalha a enxergar obstáculos no caminho.

As causas exatas desse processo ainda não possuem um consenso científico, mas se sabe que há uma série de fatores conhecidos que podem influenciar, tais como:

  • Uso de colírios dilatadores ou corticoides;
  • Drenagem no olho restrita ou bloqueada;
  • Problemas de circulação ou redução sanguínea no nervo óptico;
  • Pressão arterial elevada.

Vale ressaltar que o glaucoma é mais comum em alguns grupos de risco, exigindo cuidados ainda maiores contra a doença, tais como pessoas negras, portadores de diabetes, hipertensão e miopia, além daqueles que possuem histórico familiar da enfermidade.

 

Como prevenir o glaucoma?

Por se tratar de um mal silencioso, a melhor forma de prevenção é ir ao oftalmologista anualmente. Assim, é possível fazer uma avaliação completa da visão, permitindo um diagnóstico precoce e maior chance de um tratamento efetivo. Os exames de diagnóstico analisam a estrutura dos olhos, o campo de visão e o nível da pressão ocular. A partir disso, o paciente poderá ser tratado conforme o tipo e a gravidade do distúrbio.

Em sua fase inicial, os quadros costumam ser tratados com uso de colírios ou laser, reduzindo a pressão intraocular e mantendo-a sob controle. Em quadros mais avançados, pode ser necessária uma cirurgia para reduzir a pressão de forma mais significativa, ou até mesmo evoluir para um transplante de córnea.

Ainda que a doença não tenha cura, são diversas as formas de tratamento que ajudam a controlar a perda de visão e a manter a qualidade de vida do paciente. O tratamento sempre é personalizado e planejado conforme uma série de fatores como o tipo e a gravidade do glaucoma, idade, histórico familiar, estrutura da córnea, entre outros.

Para te ajudar a ficar de olho na saúde ocular, a Usisaúde oferece diversos planos médicos com foco na prevenção e no diagnóstico precoce para cuidar de você. Confira os nossos serviços e benefícios disponíveis toda a família!

Postagens Relacionadas

Especialista da FSFX reforça a importância de exames regulares para diagnosticar doença silenciosa Celebrado no dia 26 de maio, o Dia Nacional de Combate…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo