O consumo de sal

Tempo de leitura: 4 minutos

O consumo moderado de cloreto de sódio (sal de cozinha), ao lado de uma alimentação saudável e prática de exercícios físicos, já é uma recomendação tradicional dos profissionais da saúde. 

Neste conteúdo, além conhecer os riscos da ingestão excessiva de sódio, saberá qual a principal recomendação para redução do consumo desse nutriente e como preparar uma receita para substituir o sal de cozinha em suas preparações diárias. Boa leitura!

Riscos para a saúde e recomendação!

É possível observar que o perfil da alimentação tem migrado para o aumento do consumo de alimentos industrializados, sendo estes, em sua maioria, ricos em sódio e responsáveis também por inúmeros risco a saúde humana. O consumo de sal do brasileiro excede em quase duas vezes o limite máximo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O consumo exagerado de sódio está associado diretamente ao aumento do risco para o desenvolvimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs), como como hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e doenças renais, dentre outras. Estima-se que, com a redução da ingestão de sódio, à longo prazo, ocorrerá também a diminuição do número de óbitos por infarto e acidente vascular cerebral (AVC), por exemplo. 

É recomendado que uma pessoa adulta consuma diariamente menos de 5 gramas de sal (ou 2 gramas de sódio). Essa quantidade equivale a menos de uma colher de chá rasa ou cinco daqueles pacotinhos de 1 grama, que são servidos em restaurantes. Porém, isso pode variar conforme avaliação médica e o estado nutricional do indivíduo, e é preciso considerar o sódio contido em todos os alimentos. 

Segundo a nutricionista e analista de Promoção da Saúde, Sara Fernandes, “na quantidade certa, o sódio é aliado da nossa saúde. Ele atua ajudando na manutenção do equilíbrio da quantidade água no organismo e participando de muitas reações químicas. Portanto, a recomendação é: reduza o consumo de industrializados e dê preferência a alimentos ‘in natura’ e minimamente processados, pois além de fornecem quantidades menores de sódio, são fontes de uma grande variedade de nutrientes”.

Substitua!

Ervas frescas ou secas, assim como limão, pimenta e sementes, agregam sabor às preparações e ajudam na redução do uso do sal. Em saladas, o uso do limão reduz a necessidade de adição de sal e óleo.

Você conhece o “sal de ervas”? Para reduzir o consumo de sódio, a nutricionista ensina uma receita super fácil para substituir o sal de cozinha.

“O sal de ervas, nada mais é do que uma preparação que realça o sabor e o aroma dos pratos, ajudando a diminuir a quantidade de sal durante as refeições”, explica Sara. Veja a receita:

Ingredientes:

  • 4 colheres de sopa de sal comum;
  • ½ colher de chá de alecrim;
  • ½ colher de chá de pimenta calabresa;
  • ½ colher de chá de cominho moído;
  • ½ colher de chá de manjericão;
  • ½ colher de chá de orégano;
  • ½ colher de chá de pimenta do reino;

*Não hesite em substituir ou usar outras ervas a gosto.

Modo de Preparo:

  • Misture ou bata todos os ingredientes e utilize o sal no preparo das refeições. 

Agora é sua vez, além de colocar os conhecimentos adquiridos em prática, crie combinações com os condimentos de sua preferência, no preparo do sal de ervas! É simples, prático, saboroso e irá te auxiliar a ter uma alimentação mais equilibrada, com a redução da ingestão do sódio!

Referências:

MILL, J. G. et al. Estimativa do consumo de sal pela população brasileira: resultado da Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Rev. bras. epidemiol.,  v.22, n.2, p.1-14 , 2019. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2019000300403&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 20 Jan. 2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Alerta: você pode estar consumindo quase o dobro de sal do que deveria. 2019. Disponível em: <https://saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-alimentar-melhor/alerta-voce-pode-estar-consumindo-quase-o-dobro-de-sal-do-que-deveria>. Acesso em 20 Jan. 2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Brasileiro consome muito sal, mas não tem consciência da quantidade excessiva. 2020. Disponível em: <http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/54101-brasileiro-consume-muito-sal-mas-nao-tem-consciencia-da-quantidade-excessiva>. Acesso em 20 Jan. 2021.

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo