Saiba como evitar a trombose, uma ameaça silenciosa

O que é trombose?

A trombose é uma doença decorrente da má formação de coágulos nas veias das pernas. Como consequência, ela é capaz de provocar inchaços, feridas e infecções crônicas no membro afetado. Em casos extremos, a trombose pode ainda causar a embolia pulmonar, que ocorre quando o coágulo (também chamado de “trombo”) se desprende das paredes das veias e é levado pela corrente sanguínea até se alojar nos vasos do pulmão. Anualmente, mais de 100 mil pessoas são internadas no Brasil em decorrência disso.

Causas

Entre as principais causas para o desenvolvimento da trombose, estão o uso de anticoncepcionais e os tratamentos hormonais. Por isso, é importante verificar se a mulher tem alguma tendência de desenvolver trombose antes de utilizar o medicamentos para esse fim.

Os contraceptivos orais afetam o sistema circulatório da mulher, aumentando a dilatação dos vasos e a viscosidade do sangue. Como resultado, é possível que se formem coágulos nas veias profundas, localizadas no interior dos músculos. É mais comum que esse fenômeno ocorra nas pernas, mas também é possível que surja nos pulmões e até no cérebro, no qual pode haver um acidente vascular cerebral.

Outros fatores de risco são o tabagismo, a presença de varizes, a idade avançada, a insuficiência cardíaca, a obesidade, os tumores malignos e os distúrbios de coagulação do sangue. Gestantes e pessoas com imobilização prolongada também são mais suscetíveis à trombose.

Sintomas

A trombose pode ser totalmente assintomática e este é o grande perigo dessa doença silenciosa. Quando os sintomas surgem, eles podem se manifestar como dor, calor anormal na região afetada, vermelhidão e rigidez da musculatura no local em que se formou o coágulo.

Prevenção

A prática regular de exercícios físicos, a adoção de uma alimentação equilibrada e o não consumo de álcool e tabaco são as principais formas de prevenir a trombose. Confira abaixo outras dicas:

  • fique atenta (o) quanto ao seu peso. A obesidade, é um dos fatores de risco mais comum;
  • durante viagens prolongadas, use roupas e calçados folgados e confortáveis;
  • se você trabalha por muito tempo sentada (o), procure se movimentar ou use meias de compressão;
  • comece a caminhar assim que as condições físicas permitirem após uma cirurgia ou uma viagem longa;
  • hidrate-se! Beba muito líquido;
  • consulte um cirurgião vascular se houver histórico de trombose na família.

Postagens Relacionadas

A Fundação São Francisco Xavier estará presente em mais uma edição da tradicional feira de negócios do Vale do Aço, a Expo Usipa, que…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo