SAÚDE E HIGIENE BUCAL

Além de desempenhar as funções de fala, mastigação e respiração, a boca também interfere na saúde geral do organismo. Ela interage com diversas estruturas do corpo e é considerada uma porta de entrada de microrganismos, pelo contato contínuo com o meio ambiente. As más condições de higiene bucal podem causar doenças bucais e dentárias, que, por sua vez, podem agravar ou levar ao desenvolvimento de enfermidades, incluindo doenças cardiovasculares e diabetes.

É muito comum ouvir alguém dizer que “a saúde começa pela boca”, um ditado usado habitualmente na intenção de reforçar a importância de orientações voltadas para a saúde bucal e alimentação saudável. Para ter qualidade de vida é também necessário pensar na saúde bucal, e são os cuidados diários, como uma boa escovação e o uso correto do fio dental, ajudam a prevenir que problemas dentários se tornem mais graves.

Escovar os dentes pelo menos 4 vezes ao dia deixa os dentes fortes e ajuda manter as gengivas saudáveis.

Lactente

A higiene da boca deve ser iniciada logo após a erupção do primeiro dente. Deverá ser feita pelo menos duas vezes ao dia, principalmente antes de dormir, utilizando escova de dentes própria para bebês, mas não é preciso deixar de amamentar ou higienizar a boca do bebê durante a madrugada. Um adulto deve apoiar a cabeça do bebê e deslizar a escova suavemente, passando por toda a boca da criança, limpando os dentes, a gengiva e língua. Este movimento vai retirar resíduos, se houver, e massagear as gengivas da criança. Recomenda-se utilizar um creme dental com flúor adequado para bebês, uma vez que existe o risco de engolir, e em quantidade equivalente a um grão de arroz.

É importar avaliar sempre a boquinha do bebê e procurar orientação odontológica desde cedo, assim, a família receberá mais orientações e a criança já irá se habituando ao ambiente.

Crianças

A criança deve adquirir o hábito de escovar os dentes desde cedo.  Uma dica é os pais escovarem seus dentes junto com a criança e dar uma escova dental infantil para ela tentar imitar a escovação ou apenas para morder a escova.  A criança inspira nos pais, e assim, começará a adquirir o hábito da escovação.

Com o surgimento dos dentes molares, aqueles maiores localizados no fundo da boca, os espaços entre os dentes diminuem e é o momento em que o uso do fio dental se torna essencial, para remover a placa bacteriana nesses espaços.

Entre 2 e 7 anos de idade, é importante o auxílio dos pais. De pé, atrás da criança, com a mão esquerda afaste os lábios e bochechas, e com a direita escove os lados dos dentes em movimento circular e a parte que mastiga com movimento de vai e vem. Crianças com mais de 7 anos devem manter os dentes cerrados e escová-los fazendo movimentos circulares nos lados dos dentes. Escovar a parte que mastiga com movimento de vai e vem.

Após 14 anos, deve ser utilizada a técnica recomendada para adultos.

Adultos

Mova a escova com movimentos de vai e vem de varredura na região da mastigação. Na lateral dos dentes superiores realize os movimentos de cima para baixo, e de baixo para cima nos dentes inferiores, aplicando pequena pressão.
Para limpar as superfícies internas dos dentes anteriores, colocar a escova dental
em posição vertical (atravessada em relação aos dentes).

Ah, não se esqueça de escovar também a língua e utilizar corretamente o fio dental!

Lembre-se: uma avaliação com o seu dentista deve ser realizada periodicamente, desde a primeira infância!

Descubra mais dicas no site do COI.

 

Referências:

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Saúde Bucal: Cuidado com os dentes é fundamental. Disponível em: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/54106-saude-bucal-cuidado-com-os-dentes-e-fundamental. Acesso em: 12 ago. 2020.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Quando deve ser iniciada a higienização bucal dos bebês e quais as orientações a serem dadas? Disponível em: https://aps.bvs.br/aps/quando-deve-ser-iniciada-a-higienizacao-bucal-dos-bebes-e-quais-as-orientacoes-a-serem-dadas/. Acesso em: 12 ago. 2020.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Prevenir é o melhor caminho para ter uma boca saudável. Disponível em: https://saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46108-prevenir-e-o-melhor-caminho-para-ter-um-boca-saudavel. Acesso em: 12 ago. 2020.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia alimentar para crianças brasileiras menores de dois anos. Disponível em:  http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/guia_da_crianca_2019.pdf. Acesso em: 12 ago. 2020.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Saúde da criança: Aleitamento Materno e Alimentação Complementar. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_aleitamento_materno_cab23.pdf. Acesso em: 12 ago. 2020.

Postagens Relacionadas

Prática de fumar causa danos para quem fuma e quem convive com fumantes A OMS considera o tabagismo um fator de risco evitável, uma…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo