Sete dicas preciosas para amenizar as cólicas menstruais

De acordo com uma pesquisa realizada pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, divulgada em dezembro de 2017, 55% das mulheres que menstruam prefeririam não passar pelo ciclo menstrual. Entre as principais razões para essa rejeição, as cólicas se destacam como a principal causa.

Contudo, algumas medidas podem ser tomadas para reduzir e, dependendo do caso, eliminar as dores provocadas pelas cólicas menstruais.

  1. Invista na boa alimentação

Uma alimentação saudável proporciona ao organismo todos os nutrientes necessários para o seu correto funcionamento. Para combater as cólicas menstruais, recomenda-se o consumo de alimentos ricos em vitamina C, cálcio, ácidos graxos e vitaminas do complexo B. As principais fontes desses elementos são peixes, carnes, ovos, oleaginosas, banana, couve, beterraba, abobrinha e castanha do Pará. Esses alimentos têm função anti-inflamatória e promovem relaxamento muscular. Por outro lado, alguns alimentos devem ser evitados. As frituras, por exemplo, elevam a produção de hormônios que provocam contrações no útero, assim como café, chá preto e refrigerantes.

  1. Hidrate-se!

A partir dos dias que antecedem a menstruação, aumente a ingestão de líquidos, pois eles são capazes de reduzir o inchaço abdominal e as dores. Beba chás e muitos sucos, como o de abacaxi, que tem propriedades anti-inflamatórias. O chá de canela também é recomendado, uma vez que ele é termogênico, e alivia as dores menstruais.

Permita-se descansar

O relaxamento e o repouso são essenciais para amenizar os desconfortos causados pelas cólicas menstruais. A qualidade do sono, por exemplo, é imprescindível. Dormir com o ventre apoiado em um travesseiro é uma boa opção.

Pratique atividades físicas

A prática regular de exercícios físicos é determinante para uma vida saudável em qualquer período da vida. Quando falamos em combate às cólicas menstruais, então, colocar o corpo em movimento é crucial. Aposte em alongamentos, ioga, caminhadas e hidroginástica, que são práticas de baixo impacto e que não exigem esforço extremo.

Ao realizar exercícios, o corpo libera endorfina, que reduz as dores e o inchaço no corpo, uma vez que melhora a circulação sanguínea.

  1. Bolsa de água quente

Técnica utilizada desde a época de nossas avós, a bolsa de água quente deve ser colocada sobre a região abdominal. O calor relaxa a musculatura e ameniza as contrações do útero.

  1. Acupuntura e pilates

Esses tratamentos alternativos são eficientes para reduzir as dores menstruais. As agulhas da acupuntura são capazes de liberar endorfina quando aplicadas em pontos estratégicos, o que reduz o desconforto abdominal. O pilates, por sua vez, ameniza as cólicas a partir do controle da respiração e da concentração do centro de forças na região do abdômen.

  1. Medicamentos indicados para eliminar as dores menstruais

Para a utilização de qualquer medicamento, a prescrição médica é imprescindível. Analgésicos, anti-inflamatórios e antiespasmódicos são eficientes, embora as alternativas naturais apresentadas anteriormente sejam mais indicadas.

Em caso de cólica menstrual muito forte, o ginecologista deve ser procurado imediatamente, pois a dor excessiva pode ser sintoma de um quadro de endometriose. Seja como for, consulte seu médico e mantenha os exames periódicos em dia.

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo