Entenda o que é a sífilis e como se prevenir desta doença

Tempo de leitura: 4 minutos

A sífilis é uma doença infecciosa sexualmente transmissível. Pode também ser transmitida de mãe para o feto, transfusão sanguínea ou por contato direto com sangue contaminado. Além disso, é uma doença que conta com fases assintomáticas, reforçando a importância do diagnóstico precoce. 

É preciso conhecer seus principais sinais, bem como as dicas de prevenção. Se não tratada, pode trazer complicações para a saúde e comprometer diferentes órgãos. Em gestantes – a infecção pode causar aborto, malformação do feto, parto prematuro, surdez, cegueira ou morte do bebê.

Neste conteúdo, entenda um pouco mais sobre o tema!

Conheça os estágios da sífilis

A sífilis é causada pela bactéria Treponema pallidum, e apresenta sintomas que variam de acordo com o estágio da doença.

Sífilis primária

Normalmente, gera uma ferida única no local de entrada da bactéria: pênis, vulva, colo uterino, ânus, boca, vagina ou outros locais da pele.

Aparece entre 10º e 90º dias após o contágio, rica em bactérias, que não dói, coça, arde ou apresenta pus, podendo estar acompanhada de ínguas (caroços) na virilha.

Sífilis secundária

Ocorre entre 6 semanas a 6 meses após o surgimento da ferida e da cicatrização. Podem surgir manchas pelo corpo, que também não coçam. No entanto, pode ocorrer febre, mal-estar, ínguas pelo corpo e dores em locais pontuais.

Sífilis terciária

Surge de dois a quarenta anos após a infecção. É o caso mais grave da infecção, que pode trazer ao indivíduo lesões cutâneas, ósseas, neurológicas, cardiovasculares, além de oferecer risco de morte.

Sífilis latente

Também conhecida como a fase assintomática, é subdividida em latente recente, com menos de dois anos de infecção; e latente tardia, com mais de dois anos de infecção. Tem duração variável, podendo ser interrompida pelo aparecimento de sinais e sintomas dos estágios secundário ou terciário. 

Saiba sobre o diagnóstico

O diagnóstico da sífilis pode ser recebido a partir de um teste rápido, com leitura em até 30 minutos, sem necessidade de levar coleta de materiais a um laboratório.

Quando o teste rápido dá positivo, há uma coleta de sangue para levar a uma unidade laboratorial, que fará uma análise mais detalhada. No entanto, caso a infecção seja em uma gestante, o tratamento é iniciado de forma imediata, pelos riscos para o feto.

Como é o tratamento da sífilis?

Quando a pessoa é diagnosticada com sífilis, o tratamento se inicia logo nos primeiros dias, para minimizar os riscos de desenvolver complicações. Em relação a medicação, utiliza-se penicilina, antibiótico eficaz contra a bactéria.

Entenda sobre como prevenir

O modo de prevenção mais indicado é o uso da camisinha feminina e masculina, mesmo com parceiros fixos. No caso de gestantes, caso seja identificada a presença da infecção, seu parceiro também deverá ser testado, como forma de prevenir uma reinfecção. Além de se prevenir contra a sífilis, o uso de preservativos contribuirá para a prevenção de outras doenças sexualmente transmissíveis.

Atenção, caso você seja gestante, o ideal é iniciar o pré-natal com os principais exames indicados logo nas semanas seguintes. E, se identificar qualquer sinal de sífilis, é preciso procurar um profissional de saúde capacitado para orientar sobre o tratamento.

Se deseja saber um pouco mais sobre outras doenças infecções sexualmente transmissíveis, continue no blog e boa leitura!

Referências:

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE. Sífilis. 2021. Disponível em: <https://prefeitura.pbh.gov.br/saude/informacoes/vigilancia/vigilancia-epidemiologica/doencas-transmissiveis/sifilis>. Acesso em: 04 Jan. 2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Sífilis. Disponível em: <http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/o-que-sao-ist/sifilis>. 2021. Acesso em: 04 Jan. 2021.

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL. Sífilis. 2020. Disponível em: <http://www.saude.df.gov.br/sifilis/>.  Acesso em: 04 Jan.. 2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Sífilis: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. 2019. Disponível em: <https://www.ufpb.br/saehu/contents/noticias/sifilis-o-que-e-causas-sintomas-tratamento-diagnostico-e-prevencao>. Acesso em: 04 Jan. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE. Sífilis!. 2019. Disponível em: <https://www.ufrn.br/imprensa/reportagens-e-saberes/30059/sifilis>. Acesso em: 04 Jan. 2021

Postagens Relacionadas

Médico do Hospital Márcio Cunha alerta sobre a privação do sono que pode levar a distúrbios como depressão, insônia e apneia. O sono adequado…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo