Socialização na Terceira Idade: Qual a importância da família e do convívio social para o idoso?

Tempo de leitura: 5 minutos

Considerando o aspecto cultural do país, a chegada da idade remete a uma ideia equivocada de inatividade, quando, na verdade, os idosos devem ser mais participativos. Por isso, é tão importante promover a socialização na terceira idade e estimular o convívio em família e sociedade. 

Essa é uma prática que favorece a saúde de uma pessoa idosa ao se sentir incluída e pertencente a um meio. É preciso enxergar o envelhecimento como parte natural da trajetória de vida, mantendo as atividades sociais. 

Neste post abordamos a importância da socialização na terceira idade e o que é ter uma vida ativa nessa fase. Continue lendo e veja os benefícios do convívio social ao idoso!

Qual a importância da socialização para os idosos?

Tanto as relações quanto as interações sociais são essenciais em todos os momentos e fases da vida. Para o idoso, a socialização é também uma forma de preservar as suas memórias e favorecer a saúde mental e física. 

O fato de envelhecer não impede uma pessoa de ser ativa, útil e ter uma vida produtiva. A terceira idade pode impor algumas limitações e exigir adaptações, mas deve ser vista como um privilégio que nem todos têm a oportunidade de vivenciar. Velhice não é doença!

Portanto, incluir as pessoas idosas em atividades sociais é estimular sua capacidade de realização e aproveitar seus ensinamentos. A velhice não é sinal de descarte e sim de ter ainda fôlego para experimentar novas atividades de acordo com a idade.

O que é a vida ativa na terceira idade?

Uma pessoa idosa pode ter uma vida social ativa e se sentir confortável dentro de um grupo, motivada a realizar determinadas atividades. Quanto mais ativo, física e mentalmente, mais o idoso ou idosa terá a saúde preservada. 

A socialização na terceira idade requer a inclusão em atividades que estimulem sua participação, para exercitar tanto o físico quanto a mente. A família tem um papel essencial de incentivar o idoso a não ficar parado. 

Dentre algumas práticas e atividades que um idoso pode fazer, estão: 

Musicoterapia – aprender um novo instrumento ou cantar pode incentivar o idoso a rebuscar suas lembranças e compartilhar boas histórias.

Terapia ocupacional – um momento de desenvolvimento da coordenação motora, estimulando a independência e o descobrimento de novas habilidades.

Atividades na água – natação e hidroginástica são excelentes atividades que fazem bem para os músculos e articulações de uma maneira agradável, sem causar grandes impactos. 

Dança – além de encorajar a socialização e resgatar emoções, ajuda a manter a condição física, muscular e aeróbica, mantendo o equilíbrio do corpo.

Quais os benefícios do convívio social ao idoso?

Um dos benefíciosda socialização na terceira idade é o aumento significativo da qualidade de vida, uma vez que os idosos se sentem importantes quando incluídos no convívio social. 

Para manter a saúde mental e física as pessoas idosas precisam ter atividades e se movimentar, mesmo sem a agilidade do passado. Portanto, ter amigos, ir à igreja, realizar atividades regulares e participar das reuniões familiares é crucial para uma velhice saudável. 

Como você viu, os idosos podem e devem ter um envelhecimento ativo e, dentro desse processo é primordial incluir o acompanhamento médico regular com uma equipe de referência e ações de promoção da saúde – a atuação multidisciplinar ajuda a definir as atividades sociais em que o idoso pode participar sem riscos para sua saúde. 

Gostou do post? Que tal aproveitar a visita e ler mais um conteúdo do nosso blog, dessa vez sobre a importância do acompanhamento e da prevenção.

Referências:

AREOSA, Silvia Virginia Coutinho; BENITE, Lisianne Brittes; WICHMANN, Francisca Maria Assmann. Relações familiares e o convívio social entre idosos. 2012. Disponível em: <https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/download/10495/8059/>. Acesso em: 20 Set. 2021.

CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO (UNISAL). Dia do idoso: importância de alternativas de socialização durante a pandemia. 2020. Disponível em: <https://unisal.br/dia-do-idoso-importancia-de-alternativas-de-socializacao-durante-a-pandemia/>. Acesso em: 20 Set. 2021.

SECRETARIA DE SAÚDE DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Como o convívio social é importante para os idosos. 2019. Disponível em: <https://www.saude.rj.gov.br/viver-melhor/noticias/2019/01/como-o-convivio-social-e-importante-para-os-idosos>. Acesso em: 20 Set. 2021.SECRETARIA DE SAÚDE DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Vida social é fundamental para um envelhecimento saudável. 2017. Disponível em: <https://www.saude.rj.gov.br/atividade-na-terceira-idade/noticias/2017/12/vida-social-e-fundamental-para-um-envelhecimento-saudavel>. Acesso em: 20 Set. 2021.

Postagens Relacionadas

Médico do Hospital Márcio Cunha alerta sobre a privação do sono que pode levar a distúrbios como depressão, insônia e apneia. O sono adequado…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo