Vacinação: orientação aos viajantes

Conteúdo atualizado em 29/07/2020.

O planejamento de uma viagem pode ser algo cansativo, já que requer atenção aos inúmeros detalhes. Algumas questões, no entanto, podem passar despercebidas, mas necessitam de tanto cuidado ou mais, do que fazer as malas. Uma delas é a vacinação. 

Antes de viajar é importante que alguns cuidados sejam adotados, especialmente com relação à saúde, e a atualização das vacinas é um dos cuidados recomendados pelo Ministério da Saúde.

Outro ponto a ser considerado no momento de definir o seu passeio é entender bem o contexto no qual está inserido. Desde o início de 2020, por exemplo, com a confirmação do primeiro caso de Covid-19, prefeituras e estados de grande parte do país publicaram decretos como medida de isolamento social para conter a proliferação do problema. Sendo assim, cuidados redobrados devem ser tomados, além de analisar a possibilidade de adiamento do passeio. 

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você fique por dentro de algumas questões importante sobre o tema. Continue a leitura e saiba mais!

A vacinação em seu planejamento de viagens

Dependendo do destino, podem ser solicitadas ao viajante vacinas que previnam contra determinadas doenças, além de cuidado extra com a vacina contra a gripe. Algumas vacinas demoram alguns dias ou meses para conferir imunidade, por isso, devem ser aplicadas com antecedência.

A imunização é indicada pelo Ministério da Saúde e órgãos internacionais para evitar doenças endêmicas e contagiosas. As vacinas exigidas podem variar de um país para outro, e também ao longo do tempo. Antes de viajar, é necessário verificar as exigências na Embaixada ou Consulado do país de destino. Em uma visão geral, as vacinas exigidas visam à proteção da população do país, já as vacinas recomendadas visam à proteção do viajante. Por esse motivo, nem sempre as vacinas recomendadas e as exigidas são as mesmas. Vacinas contra difteria, tétano, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola e tuberculose são recomendadas para todo tipo de viagem. 

Diversos estados do Brasil, principalmente os localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste e alguns países da América Latina, África ou Ásia, são altamente propícios à transmissão de doenças como a febre amarela, e por isso solicitam ao viajante que esteja em dia com esta vacina. 

Como medida de controle de doenças, alguns países exigem dos viajantes o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), que comprova que as vacinas estão em dia, diminuindo assim o risco de contaminação e transmissão de doenças.

Para saber mais informações sobre vacinas, você pode ligar para o Disque Saúde, 136. Os Centros de Orientação ao Viajante da Anvisa também podem fornecer estas informações, além de serem os responsáveis pela emissão do CIVP. O documento pode ser emitido pela internet, sendo necessário apresentar o Cartão Nacional de Vacinação atualizado e um documento de identificação.

Outra alternativa para que nada saia errado é perguntar ao agente de viagens quais cuidados devem ser tomados com relação à vacinação. Com certeza ele saberá indicar as vacinas obrigatórias e quais são recomendadas para o seu destino, e você não corre o risco de perder a viagem por um detalhe de fácil resolução.

Alguns países podem impedir a entrada dos viajantes que não possuem o certificado. Portanto, previna-se e guarde este documento, no mais, aproveite a viagem!

A pandemia da Covid-19

Conforme abordado, a pandemia da Covid-19 fez com que alguns planos de viagens precisassem ser revistos. No entanto, para quem precisar se deslocar por motivos específicos, alguns cuidados devem ser tomados. 

Caso tenha apresentado sintomas relativos da Covid-19 nas últimas duas semanas (tosse, febre, dores no corpo etc), é extremamente importante que sua viagem seja cancelada. 

Além disso, acompanhe os dados do Brasil e do mundo sobre a doença para certificar-se de como está a situação em determinadas localidades. 

Os cuidados a serem tomados no aeroporto condizem com as medidas preventivas que adotam-se no dia a dia. É preciso utilizar a máscara de proteção, além de manter um distanciamento de pelo menos dois metros de outras pessoas. Lave as mãos com frequência e leve consigo o álcool em gel, uma vez que nem sempre será possível encontrar água e sabão para fazer a higienização das mãos. 

Se tiver vontade de tossir e espirrar, cubra o seu rosto com os braços. Por fim, evite de tocar a mucosa dos olhos e a boca, uma vez que esse é um dos meios de contaminação caso você tenha encostado em superfícies contaminadas.

Se você precisar cancelar a sua viagem, é preciso verificar quais são as particularidades da companhia aérea, uma vez que cada empresa definiu uma política diferenciada. Entre em contato com o atendimento, conheça as condições e busque por uma alternativa que não vá prejudicá-lo. 

Neste conteúdo, você pôde entender um pouco mais sobre a importância da vacinação em viagens, além de ficar por dentro sobre os cuidados a serem tomados para quem precisa se deslocar no contexto da pandemia. Tome os cuidados necessários e aproveite as campanhas para atualizar seu cartão de vacinas.

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro do assunto! 

Referências: 

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Vai viajar? Descubra como se proteger. Disponível em: https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46378-vai-viajar-descubra-como-se-proteger. Acesso em: 21 de julho de 2020

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Saúde do viajante: Orientações aos viajantes. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/5777769/Sa%C3%BAde+do+Viajante/1ac68d0d-d85c-402d-aa1e-7f19555e0e8b. Acesso em: 21 de julho de 2020.  

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. Saúde do viajante. Disponível em: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/antes-de-viajar/saude-do-viajante#:~:text=J%C3%A1%20as%20vacinas%20recomendadas%20visam,para%20todo%20tipo%20de%20viagem. Acesso em: 21 de julho de 2020

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia – CIVP. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/certificado-internacional-de-vacinacao-ou-profilaxia Acesso em: 21 de julho de 2020

Postagens Relacionadas

O dia 21 de junho marca o início do inverno, no Brasil, e é também quando se celebra o Dia Nacional de Controle da…
Condição crônica atinge população mais jovem devido a estilo de vida pouco saudável A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo