Aleitamento materno

Fonte exclusiva de alimentação até os seis meses de idade para os bebês, promove
benefícios
a curto e longo prazo

O aleitamento materno é uma prática essencial para a saúde e o desenvolvimento dos bebês. Recomenda-se a amamentação exclusiva até os seis meses de idade e a introdução gradual de outros alimentos após esse período.

O leite materno é rico em anticorpos e nutrientes que fortalecem o sistema imunológico do recém-nascido, protegendo-o contra infecções e doenças. Segundo a pediatra da Fundação São Francisco Xavier (FSFX), Iara Gail, “ao ingerir o leite materno, o bebê tem acesso a inúmeras células de defesas que auxiliam na sua proteção e desenvolvimento saudável, trazendo benefícios ligados ao quociente de inteligência e protegendo-o contra algumas doenças como gastroenterite, redução do desenvolvimento de asma e outras doenças respiratórias”.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, O leite materno traz muitos benefícios para saúde da mãe e da criança, não só durante o período da amamentação, mas também a longo prazo.

Benefícios para a mãe:

  • Previne contra o câncer de mama, de útero e ovários;
  • Diminui as chances de doenças como hipertensão e obesidade;
  • Diminui as chances de depressão pós-parto;
  • Ajuda na perda de peso mais rápida após o parto.

Benefícios para o bebê:

  • Diminui riscos de alergias, hipertensão, colesterol alto, obesidade, diabetes, diarreia, infecções respiratórias e mortalidade infantil;
  • Contém todos os nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento da criança;
  • Promove um melhor desenvolvimento da cavidade bucal, auxiliando na introdução de novos alimentos e na fala;
  • Estimula a formação de adultos saudáveis;
  • O contato entre mãe e filho favorece e facilita o desenvolvimento emocional, cognitivo e o sistema nervoso do bebê.

A pediatra ainda destaca a importância de uma rede de apoio e do conhecimento correto sobre a fonte de alimento, pois “se a mãe compreende que o leite materno é o melhor alimento que ela pode oferecer para o seu bebê, ela se sente mais confiante e segura e com a atuação efetiva de uma rede de apoio, o período de amamentação tende a ser desempenhado com maior tranquilidade”, ressalta Iara.

Projeto gerar

O Projeto Gerar é destinado às futuras mamães e aos seus companheiros/acompanhantes, onde são abordados temas como alimentação na gestação, tipos e fases do trabalho de parto, plano de parto, puerpério, alterações psicológicas no puerpério, teoria da exterogestação, amamentação e cuidados com o bebê.

Fique em dia com a sua saúde: a Usisaúde oferece diversos planos médicos com foco na prevenção e no diagnóstico precoce para cuidar do seu bem-estar. Conheça os nossos serviços e aproveite cada benefício disponível para você e sua família!

Postagens Relacionadas

A Fundação São Francisco Xavier estará presente em mais uma edição da tradicional feira de negócios do Vale do Aço, a Expo Usipa, que…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo