Entenda o que é dieta pastosa e sua importância na nutrição do paciente

Tempo de leitura: 4 minutos. 

A dieta pastosa é, em muitos casos, uma recomendação nutricional, para ajudar na recuperação dos pacientes, sobretudo daqueles que estão acamados e possuem a saúde prejudicada. 

O que é a dieta pastosa?

São alimentos macios na consistência de purê podendo ser amassados ou liquidificados. Essa dieta pode ser seguida de forma temporária ou por um período prolongado, dependendo da razão pela qual foi indicada.  

A alimentação pastosa é indicada para facilitar a mastigação, deglutição e digestão dos alimentos, exigindo menos do organismo. Em geral indicada para pacientes com dificuldade de engolir e pós cirúrgicos do sistema digestório, como bariátrica ou gastroplastia.

Quais são as características da dieta pastosa?

Dieta pastosa possui uma textura homogênea, sem apresentar alimentos semi-sólidos,  tornando um alimento de fácil deglutição, sem necessitar de grande esforço no processo de mastigação e deglutição dos alimentos.

É preciso alterar a textura dos alimentos, mas sem que eles percam o valor nutricional recomendado para cada tipo de caso. De acordo com a classificação de nutrientes é caracterizada como: 

  • Isenta – que exclui nutrientes como sal, açúcar ou gorduras da dieta
  • Hipo – que reduz nutrientes originando as dietas hipoproteica e hipocalórica
  • Normo – dieta padrão sem alteração de nutrientes ou calorias
  • Hiper – usada para estimular o aumento de um nutriente ou calorias

Quais são os principais cuidados com a dieta pastosa?

Existem dois cuidados essenciais com uma dieta pastosa, sendo o primeiro, quanto à preparação para tornar o alimento atrativo e saboroso. Já o segundo, diz respeito aos tipos de alimentos que não devem ser usados na preparação de uma dieta pastosa a ser ministrada por via oral. 

O paciente acamado, seja por uma questão temporária ou permanente e que estiver consciente e lúdico, conserva na memória o sabor dos alimentos. Como nem sempre a dieta pastosa é agradável aos olhos, é preciso tomar o cuidado com as misturas para não desagradar o paladar e o paciente acabar recusando. 

Determinados alimentos como castanhas, amendoins, coco, biscoitos ou de difícil digestão como salsicha, presunto, linguiça, não devem ser usados em uma dieta pastosa. São alimentos que apesar de algum nutriente não terão um efeito positivo e podem também interferir de forma negativa.

Quais alimentos são permitidos na dieta pastosa?

A alimentação pastosa deve incluir, se possível alimentos de todos os grupos:

Grupo da Proteína: Elas desempenham um papel muito importante em nosso organismo, pois fornecem material tanto para a construção como para a manutenção de todos os nossos órgãos e tecidos. Como por exemplo:

  • Carnes
  • Leites

Grupo do Carboidrato: Principal fonte de energia do corpo. Deve ser suprido regularmente e em intervalos frequentes, para satisfazer as necessidades energéticas do organismo. Como por exemplo:

  • Batatas
  • Arroz
  • Aveia

Grupo das Gorduras: Fornece energia e atua no transporte de vitaminas, como por exemplo:

  • Azeite

Grupo das vitaminas e minerais: São reguladores, essenciais para o funcionamento do nosso corpo. É importante variar as cores dos alimentos. Exemplo de alimentos:

  • Frutas
  • Verduras

Respeitando sempre a consistência pastosa na hora da oferta para o paciente, o ideal é ofertar os alimentos separados para melhor aceitação dos pacientes. 

Quais são os benefícios da dieta pastosa para o paciente?

O consumo de uma dieta equilibrada e adaptada à condição apresentada pelo paciente e que atenda as necessidades nutricionais é fator significante para a melhora da condição funcional e nutricional desse paciente.

Ter o acompanhamento de profissionais especializados como nutricionistas e de fonoaudiólogos é primordial para uma prescrição adequada da dieta e para indicação de uma consistência segura para o paciente. O trabalho conjunto de uma equipe de promoção da saúde, faz toda a diferença.

Se você gostou do post e quer saber mais sobre a atuação de uma equipe multidisciplinar composta pelas mais importantes especialidades, conheça o Usifamília e escolha o melhor plano de cuidado para toda a família!

Referências:

MACEDO, P. S. et al; VAGNER, G. V.; ANARELI, L. G. Z.; MANIGLIA, F. P. Melhoria na aparência, apresentação e qualidade da dieta pastosa em um hospital privado. BRASPEN J, 2021. Disponível em: <https://wdcom.s3.sa-east-1.amazonaws.com/hosting/braspen/journal/2021/journal/abr-jun-2021/artigos/06-Melhoria-na-aparencia.pdf> Acesso em 22 de Mar. 2022.

Postagens Relacionadas

A Fundação São Francisco Xavier estará presente em mais uma edição da tradicional feira de negócios do Vale do Aço, a Expo Usipa, que…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo