Tudo que é preciso saber sobre doação de sangue

Conteúdo atualizado em 08/09/2021

Tempo de leitura: 6 minutos

A doação de sangue é um ato voluntário, que ajuda a salvar muitas vidas. Apesar de simples e segura, existem, ainda, muitos mitos acerca do procedimento e dos impedimentos para realização da doação, além do desconhecimento sobre a necessidade e importância de abastecer os bancos de sangue.

Para que você tire as suas dúvidas e tenha mais clareza ao pensar sobre o, apontamos abaixo informações importantes sobre a doação de sangue!

Qual a importância da doação de sangue?

Antes de ser um compromisso social, a doação de sangue é um gesto de amor, que salva vidas. O sangue é imprescindível para diversos tipos de pacientes, seja para a realização de cirurgias de grande porte, seja para tratamentos de doenças como Leucemia, Doença Falciforme e Talassemia, ou acidentes graves.

Como funciona a doação de sangue?

Antes de realizar a doação de sangue, o potencial doador deve passar por uma triagem clínica, na qual são verificadas as suas condições gerais de saúde. Essa medida é importante para a segurança tanto do doador quanto do receptor.

O tempo de doação é de aproximadamente 40 minutos, sendo coletados cerca de 450 ml de sangue. Essa quantidade não apresenta qualquer risco para o doador, sendo o suficiente para salvar até quatro vidas com uma única doação.

Após a doação, o sangue é separado por componentes — hemácias, plaquetas, plasmas — que serão destinados conforme a necessidade do receptor. Antes, são realizados exames importantes para eliminar o risco de contaminação de doenças como hepatite, sífilis, doença de chagas, HIV, entre outros.

É preciso respeitar o intervalo para doação, que varia entre pessoas do sexo feminino e masculino — prazo que o corpo necessita para recuperar-se integralmente e produzir novamente todos os componentes sanguíneos:

  • Mulheres – 90 dias com o máximo de 3 doações nos últimos 12 meses;
  • Homens – 60 dias com o máximo de 4 doações nos últimos 12 meses.

Quais os requisitos básicos para doação de sangue?

As pessoas de 18 a 69 anos, com mais de 52 Kg e boa condição de saúde estão aptas a doar.

Para doar, é preciso apresentar um documento oficial de identidade com foto e, no caso de jovens entre 16 e 17 anos, é necessário estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

É importante estar alimentado e caso seja após o almoço, aguardar em torno de 2 horas, evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedam a doação e comparecer descansado (ter dormido menos 6 horas nas últimas 24 horas).

Quais são os impedimentos para a doação de sangue?

Algumas situações podem provocar impedimentos temporários ou definitivos. No caso dos impedimentos temporários estão:

  • Pessoas com febre, gripe ou resfriado;
  • Grávidas ou no período pós gestacional puérperas (parto normal, 90 dias e cesariana, 180 dias);
  • Lactantes até 12 meses após o parto;
  • Pessoas com comportamento favorável à contaminação por doenças sexualmente transmissíveis;
  • Ingestão de bebida alcoólica 12 horas antes da doação;
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses;
  • Transfusão de sangue no prazo de 1 ano;
  • Exame de endoscopia nos últimos 6 meses;
  • Procedimentos dentários nos últimos 7 dias;
  • Doenças como apendicite, hérnia, amigdalectomia e varizes detectados nos últimos 3 meses; e colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem sequelas graves, tireoidectomia e colectomia nos últimos 6 meses.
  • Uso de determinados medicamentos e vacinas. Por isso é importante informar se você tomou algum medicamento ou se usa frequentemente medicamentos, ou se fez recebeu alguma vacina nos últimos 6 meses.
  • Ter tido dengue, zica, chikungunya ou Coronavírus (Sars-Cov-2) causador da COVID-19 nos últimos 30 dias.

No que diz respeito aos impedimentos definitivos, estão pessoas:

  • Que façam uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Que estejam sob suspeita de contaminação pela malária;
  • Que tiveram hepatite após os 10 anos de idade;
  • Que que possuem evidência clínica ou laboratorial de hepatite B e C, Aids (HIV), Doença de Chagas e doenças associadas aos vírus HTLV I e II, como a leucemia.

Quais são os cuidados necessários após a doação de sangue?

Os hemocentros estabelecem uma série de cuidados que devem ser tomados após a doação como, por exemplo:

  • Evitar esforços físicos exagerados;
  • Não fumar e ingerir bebidas alcóolicas;
  •  Aumentar a ingestão de líquidos
  •  Não dirigir veículos de grande porte ou realizar atividades como paraquedismo ou mergulho;
  • Manter o curativo no local da punção por pelo menos 4 horas.

E vale um alerta! A pandemia provocada pelo novo coronavírus colaborou para uma significativa redução nos estoques dos bancos de sangue. O que já era uma situação preocupante em quase todas as regiões do país, devido ao baixo comparecimento de doadores, se tornou ainda mais alarmante. Por isso, a conscientização sobre a importância da doação de sangue é fundamental!

A doação de sangue está diretamente associada ao compromisso de salvar vidas e todas as orientações acima visam garantir a qualidade do sangue captado e a efetividade dos procedimentos realizados, bem como a saúde do doador e do receptor.

Se você se interessou pelo assunto e quer se tornar um doador acesse a página de doação de sangue da FSFX e saiba como funciona para exercer o seu papel de cidadão consciente!

Referências:

SOCIEDADE BRASILEIRA DE MOTILIDADE DIGESTIVA E NEUROGASTROENTEROLOGIA. Governo incentiva doação de sangue antes de imunização contra covid-19. 2021. Disponível em: <https://www.saopaulo.sp.leg.br/coronavirus/blog/governo-incentiva-doacao-de-sangue-antes-de-imunizacao-contra-covid-19/>. Acesso em: 28 Jul. 2021

FUNDAÇÃO HEMOMINAS. Utilização do sangue doado. Disponível em: <http://hemominas.mg.gov.br/atendimento/duvidas/64-doacao-de-sangue/666-utilizacao-do-sangue-doado>. Acesso em: 28 Jul. 2021

INSTITUTO GONÇALO MONIZ (FIOCRUZ BAHIA). Pessoas com Covid-19 só podem doar sangue 30 dias após a cura. 2015. Disponível em: <https://coronavirus.bahia.fiocruz.br/pessoas-com-covid-19-so-podem-doar-sangue-15-dias-apos-a-cura/>. Acesso em: 28 Jul. 2021

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER. Perguntas frequentes: Doação de sangue.  Disponível em: <https://www.inca.gov.br/perguntas-frequentes/doacao-de-sangue?page=1>. Acesso em: 28 Jul. 2021

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER. Qual a importância da doação de sangue para o INCA?. 2018. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/perguntas-frequentes/qual-importancia-da-doacao-de-sangue-para-o-inca>. Acesso em: 28 Jul. 2021

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Doação de sangue. Disponível em: <https://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/doesangue/>. Acesso em: 28 Jul. 2021

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Doação de sangue: como doar, quem pode doar, impedimentos. Disponível em: <https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/doacao-de-sangue>. Acesso em: 28 Jul. 2021

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Saúde incentiva doação de sangue antes de receber vacina contra a Covid-19. 2021. Disponível em: <https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/saude-incentiva-doacao-de-sangue-antes-de-receber-vacina-contra-a-covid-19>. Acesso em: 28 Jul. 2021

SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DE MINAS GERAIS. Junho Vermelho: a importância da doação de sangue em tempos de pandemia. 2020. Disponível em: <https://www.saude.mg.gov.br/cidadao/banco-de-noticias/story/12910-junho-vermelho-a-importancia-da-doacao-de-sangue-em-tempos-de-pandemia>. Acesso em: 28 Jul. 2021

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS). O caminho do sangue: entre a doação e a transfusão. 2019. Disponível em: <https://www.unasus.gov.br/noticia/o-caminho-do-sangue-entre-a-doacao-e-a-transfusao>. Acesso em: 28 Jul. 2021

Postagens Relacionadas

Segundo dados do Relatório Mundial sobre Visão da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 2,2 milhões de pessoas no mundo têm deficiência visual ou cegueira e,…
Rolar para cima
Pular para o conteúdo